JR na TV Procon de SP investiga cambistas digitais que compram ingressos para revender por preços bem mais altos

Procon de SP investiga cambistas digitais que compram ingressos para revender por preços bem mais altos

A suspeita é que os criminosos utilizam de “robôs” para conseguir comprar grandes quantidades de ingressos

O Procon de São Paulo abriu um processo para investigar os chamados "cambistas digitais". Enquanto os consumidores têm dificuldades para comprar ingressos que se esgotam em minutos, as empresas que utilizam "robôs" arrematam lotes inteiros. Entradas que são revendidas por preços muito mais altos.

Últimas