Minas Gerais Aeroporto Carlos Prates será desativado em 2022, diz ministro

Aeroporto Carlos Prates será desativado em 2022, diz ministro

Ministério da Infraestrutura desistiu de conceder a estrutura à iniciativa privada; operações serão transferidas para o aeroporto da Pampulha

  • Minas Gerais | Lucas Pavanelli, do R7

Aeroporto será desativado pelo governo federal

Aeroporto será desativado pelo governo federal

Divulgação/PBH

O aeroporto Carlos Prates, localizado na região Noroeste de Belo Horizonte, deve ser desativado em 2022. A previsão foi dada pelo ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes em uma reunião com deputados da bancada mineira. 

Segundo o Ministério da Infraestrutura, a pasta decidiu pela desativação a partir de 1º de janeiro de 2022. Com isso, o aeroporto opera até o último dia do ano que vem, sob a gestão da Infraero. As operações que hoje ocorrem no aeroporto Carlos Prates serão transferidas para o Aeroporto da Pampulha, que deve ser concedido à iniciativa privada. 

O ministério desistiu de incluir o aeroporto Carlos Prates na 7ª rodada de concessões aeroportuárias, prevista para 2022 e, depois de desativado, o imóvel ficará à disposição da SPU (Secretaria de Patrimônio da União).

Acidentes 

Nos últimos anos, o aeroporto Carlos Prates foi palco de uma série de acidentes aéreos. Uma série de aviões pequenos que decolavam da pista do local ou que tentavam pousar caíram nas imediações do aeroporto. 

Em um período de seis meses no ano passado, duas aeronaves caíram em uma mesma rua, Minerva, no bairro Caiçara. O mais grave ocorreu em outubro de 2019, um avião que decolou com destino a Ilhéus, no litoral da Bahia, caiu, atingindo carros e o portão de uma academia. Quatro pessoas morreram. 

Seis meses antes, uma aeronave caiu, atingindo um portão e a fiação elétrica. O piloto morreu carbonizado no local.  

Últimas