Minas Gerais Alexandre Kalil envia à Câmara projeto que extingue a BHTrans

Alexandre Kalil envia à Câmara projeto que extingue a BHTrans

Proposta assinada pelo prefeito de Belo Horizonte, nesta quinta-feira (15), cria superintendência para substituir o órgão de trânsito

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

BHTrans deve fechar em até 15 anos

BHTrans deve fechar em até 15 anos

Record TV Minas/Reprodução

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), enviou à Câmara Municipal, nesta quinta-feira (15), um projeto que prevê a extinção da BHTrans, órgão responsável por gerenciar o trânsito e o transporte público da capital mineira.

O documento sugere que seja criada a Sumob (Superintendência de Mobilidade do Município de Belo Horizonte) para substituir a atual companhia, que é de capital misto.

O fim da BHTrans, no entanto, não deve ser imediato. O projeto inicial prevê que o órgão seja fechado em até 15 anos. Sobre a nova autarquia, o documento define que ela terá autonomia orçamentária, técnica, administrativa e poder de polícia.

A expectativa é que Sumob seja responsável por planejar, organizar, fiscalizar e gerenciar o trânsito e os serviços de transporte regulamentados, formular políticas de mobilidade, administrar - seja diretamente ou por concessão - o transporte público, gerenciar as políticas tarifárias, entre outras responsabilidades.

Para entrar em vigor, o documento será analisado e votado pelos vereadores. Para isto, ele passará por avaliação de comissões da Câmara. Uma comissão especial de estudo foi montada na Casa Legislativa para tratar do tema, mas os trabalhos foram suspensos temporariamente em função da pandemia de covid-19.

CPI

Atualmente a BHTrans é alvo de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) na Câmara Municipal. Os vereadores apuram se houve omissão por parte da empresa diante possíveis irregularidades das companhias de ônibus que operam na cidade.

Últimas