Minas Gerais Áudio que troca Ucrânia por cidade de MG cai nas graças de internautas

Áudio que troca Ucrânia por cidade de MG cai nas graças de internautas

Gravação que viralizou nas redes sociais narra temor de ataque russo no pequeno município de Urucânia, a 216 km de BH

Ucrânia (MG) tem pouco mais de 10 mil habitantes

Ucrânia (MG) tem pouco mais de 10 mil habitantes

Reprodução / Google Street View

Um áudio em que um homem troca os nomes da cidade mineira de Urucânia, que tem pouco mais de 10 mil habitantes, com o da Ucrânia, país que está em guerra contra a Rússia, viralizou nas redes sociais.

A conversa supostamente atribuída a um morador da cidade, que fica a 216 km de Belo Horizonte, foi compartilhada na rede social TikTok e já soma mais de 400 mil visualizações.

“Eu estava vendo no jornal aqui agora e estou ficando preocupado com esse trem. A Rússia está entrando para o lado de cá e, se eles conquistarem Urucânia, se forem direto, pegam Ponte Nova” (sic), diz o homem, que tem um sotaque mineiro carregado. A cidade de Ponte Nova é uma das principais da Zona da Mata Mineira.

O homem ainda nomeia outros municípios da região e diz que teme uma invasão dos russos no local. “Ponte Nova é forte, mas se pegar por cá, vão pegar Urucânia, Oratório, Amparo do Serra. Eu estou preocupado com esse trem dessa guerra agora” (sic), completa.

Na internet, os áudios foram recebidos com muito bom humor. "Alguém sabe a distância de Urucânia pra Belo Horizonte? Tô com medo desse trem chegar aqui sô" (sic), disse um dos internautas no Twitter.  "Zema já mandou tropas da União Europeia de Minas. Vai dar certo" (sic), brincou outro usuário da rede social.

Guerra na Ucrânia

No último dia 24, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, autorizou uma ação militar em regiões separatistas na Ucrânia, país do Leste Europeu. O ataque, que foi realizado de forma simultânea por terra e mar em diversas cidades do país, é considerado o mais grave na Europa desde a Segunda Guerra Mundial. 

Em resposta à invasão, o presidente da Ucrânia, Volodmir Zelenski, decretou a lei marcial no país. Com a decisão, o governo substituiu todas as leis e autoridades civis por leis militares. Essa medida é implantada em cenário de crises civis e políticas e conflitos extremos.

A ONU (Organização das Nações Unidas) afirmou, neste domingo (27), que ao longo dos quatro dias de invasão russa, pelo menos 64 civis morreram e mais de 300 mil tiveram que sair de suas casas na Ucrânia

Veja imagens da invasão russa:

*Estagiária sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas