Minas Gerais Autista é mantida em cárcere privado pelo pai e pela a madrasta

Autista é mantida em cárcere privado pelo pai e pela a madrasta

Vítima foi deixada em um lote ao lado da casa da família

Autista é mantida em cárcere privado pelo pai e pela a madrasta

Crime aconteceu no bairro Goiânia, região nordeste de BH

Crime aconteceu no bairro Goiânia, região nordeste de BH

Reprodução / Google Street View

Uma mulher autista, de 39 anos, foi mantida em cárcere privado pelo pai e pela madrasta em uma casa do bairro Goiânia, na região nordeste de Belo Horizonte. A vítima identificada como Keila Reis Cruz estava em um lote ao lado da casa da família em situação de maus tratos.

Segundo informações da Polícia Civil, José Tomé Cruz, de 61 anos, e a madastra Vera Lúcia dos Santos, de 47 anos, foram autuados em flagrante por cárcere privado. A polícia chegou até a casa após uma denúncia anônima. No local foi constatado que os suspeitos jogavam comida para a mulher. A motivação do crime ainda é desconhecida.