Minas Gerais "Bem planejado", avalia delegado sobre roubo a joalheria em BH

"Bem planejado", avalia delegado sobre roubo a joalheria em BH

Investigadores vão analisar imagens de circuito de segurança de uma semana antes do crime para tentar identificar movimentação

  • Minas Gerais | do R7, com Record TV Minas

Shirley Barroso / Record TV Minas

A Polícia Civil continua as investigações sobre o assanto à joalheria de luxo no BH Shopping, na região centro-sul da capital mineira, no último sábado (7).

Em coletiva nesta terça-feira (10), o delegado Kleyverson Rezende avaliou que as informações colhidas até o momento indicam a organização dos criminosos. Segundo ele, foi um crime "bem planejado e bem estudado".

“Provavelmente, pela forma como aconteceu o roubo, esses indivíduos já estavam fazendo algum tipo de levantamento no shopping", completou. Diante dessa linha de investigação, os investigadores vão analisar imagens de circuito de segurança de até uma semana antes do crime.

O delegado ainda ressaltou que a ousadia dos criminosos chamou atenção no crime. A hipótese dos investigadores é a de que os ladrões se aproveitaram da grande movimentação de clientes na data, véspera do Dia das Mães, para executarem o assalto.

O assalto

A polícia acredita que ao menos nove criminosos participaram do crime.  Foram levados 13 relógios da marca Rolex, que estão avaliados entre R$40 mil e R$300 mil cada. O alvo da ação foi a joalheria Manoel Bernardes.

Em imagens obtidas pela Record TV Minas nesta segunda (09), é possível ver dois veículos sendo abandonados em uma das ruas do bairro, a 500 metros do centro comercial. Os criminosos tentaram atear fogo nos veículos, mas os carros não foram destruídos.

Últimas