Minas Gerais BH adia cobrança do IPTU para empresas afetadas pela pandemia

BH adia cobrança do IPTU para empresas afetadas pela pandemia

Medida será publicada nesta quarta-feira (18) no Diário Oficial do Município e beneficia as empresas que tiveram o alvará suspenso pela prefeitura

Comércio ficou fechado durante alguns meses em BH

Comércio ficou fechado durante alguns meses em BH

Pablo Nascimento / R7

A Prefeitura de Belo Horizonte vai prorrogar para 30 de julho de 2021 o vencimento das parcelas do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) cobradas de abril a dezembro deste ano.

A medida vale apenas para as empresas que tiveram seus alvarás suspensos devido ao fechamento de estabelecimentos durante a pandemia na capital mineira. A medida deve ser publicada nesta quarta-feira (18), no Diário Oficial do município.

De acordo com a secretaria municipal de Fazenda, os tributos com vencimento em 2020 podem ser pagos em até seis parcelas, entre o fim de julho e o fim de dezembro de 2021.

Com isso, conforme a pasta, a Prefeitura de Belo Horizonte vai prorrogar o pagamento de R$ 150 milhões, que é o saldo devedor das empresas beneficiadas pelo decreto, considerando o IPTU e as taxas mobiliárias.

Últimas