Minas Gerais BH tem 48% dos leitos de UTI dedicados a covid-19 ocupados

BH tem 48% dos leitos de UTI dedicados a covid-19 ocupados

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde a capital mineira possuí 600 leitos de UTI; destes, 176 foram destinados ao tratamento da doença

48% dos leitos estão ocupados

48% dos leitos estão ocupados

Reprodução/ Pixabay

Um levantamento realizado pela Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte mostra que quase metade dos leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) do SUS (Sistema Único de Saúde) dedicados exclusivamente ao tratamento do novo coronavírus estão ocupados na capital mineira.

De acordo com a pasta, a capital mineira possui 600 unidades de tratamento intensivo, divididas da seguinte forma: 

- Hospitais federais: 76
- Hospitais estaduais: 138
- Hospitais municipais: 134
- Hospitais filantrópicos: 226
- Hospitais particulares: 26
- Leitos ampliados no Hospital Eduardo de Menezes: 20

Desse total de 600 leitos, 176 foram destinados ao combate a doença, sendo que 84 já estão ocupados, ou seja, 48% dos leitos, de acordo com balanço da última sexta-feira (17).

Leia mais: MG recebe carga com máscaras sanitárias em voo inédito da China

A Secretaria Municipal da cidade também informou que outros 233 leitos serão abertos nos próximo dias para atender exclusivamente aos casos suspeitos do novo coronavírus. A expectativa é de que, em até 60 dias, 279 novos leitos possam abrir, com investimentos em obras, recursos humanos e em equipamentos.

Balanço

O novo  balanço divulgado pelo Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, nesta segunda-feira (20), aponta que o Estado registra 41 mortes pela doença e 1.189 casos confirmados. Belo Horizonte é a cidade mineira com maior número de mortos até o momento, com 8 óbitos registrados.

*Estagiária do R7 sob a supervisão de Lucas Pavanelli

Últimas