Minas Gerais Bombeiros confirmam 200 mortos identificados em Brumadinho

Bombeiros confirmam 200 mortos identificados em Brumadinho

Buscas no local do rompimento entraram no 46º dia; militares retomam operação na base da barragem do Córrego do Feijão a procura de mais corpos

Bombeiros confirmaram 200 mortos na tragédia da Vale

Bombeiros confirmaram 200 mortos na tragédia da Vale

BBC NEWS BRASIL

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais confirmou na noite desta segunda-feira (11) que chegou a 200 o números de mortos identificados em decorrência do rompimento da barragem I da Mina Córrego do Feijão, da Vale, em Brumadinho (MG), na Grande BH. A última atualização havia confirmado 197 mortos. Conforme a corporação, 108 pessoas continuam desaparecidas. 

O 46º dia de buscas na região contou com o trabalho de 136 bombeiros militares, divididos em 20 frentes de trabalho. Ao todo, 76 máquinas, quatro cães farejadores, uma aeronave e dois drones auxiliavam os homens e mulheres da corporação no trabalho. 

O trabalho nesta segunda-feira foi dificultado por conta das fortes chuvas no local na noite deste domingo (10) e, por isso, os bombeiros passaram parte do dia avaliando os danos causados pela tempestade. Ainda de acordo com a corporação, uma das frentes de trabalho foi reativada próximo à base da barragem rompida. Isso porque a Vale confirmou, com ajuda do vídeo que mostra o momento exato do rompimento da barragem, que havia uma perfuratriz no local e, por isso, há chance de encontrar outros corpos nesta região.

Confira o vídeo que mostra o momento em que a barragem rompe: