Minas Gerais Câmara de BH aprova restrição ao uso de pipas e cria "pipódromo"

Câmara de BH aprova restrição ao uso de pipas e cria "pipódromo"

Projeto é do vereador Irlan Melo (PSD) e local seria destinado para que moradores possam "soltar pipa" em segurança

  • Minas Gerais | Lucas Pavanelli e Célio Ribeiro*, do R7

Projeto visa a criação de "pipódromos" em BH

Projeto visa a criação de "pipódromos" em BH

Reprodução / Pixabay

A Câmara Municipal de Belo Horizonte aprovou, em primeiro turno, um projeto de lei que restringe o uso da pipa e cria "espaços apropriados" para prática na capital.

Os “pipódromos”, termo definido pelo projeto do pelo vereador Irlan Melo (PSD), seriam áreas abertas e seguras em cada regional de BH, como campos de futebol, praças ou parques ecológicos. O projeto de lei recebeu 22 votos favoráveis, um a mais que o necessário para ser aprovado em primeiro turno.

Além do “pipódromo”, a iniciativa também prevê a instituição da “Semana Educativa do Uso Responsável de Pipas”, que irá conscientizar crianças e adultos sobre o uso seguro dos objetivos. A expectativa é de que a iniciativa reduza o número de acidentes envolvendo o uso de cerol e “linha chilena”.

O projeto de lei 271/17, que foi aprovado pela Comissão de Legislação e Justiça e teve o parecer negado pela Comissão de Orçamento e Finanças Públicas, ainda precisa ser votado em 2º turno. Caso passe pelo plenário da Câmara, será enviado para sanção ou veto do prefeito Alexandre Kalil (PSD). 

*Estagiário do R7, sob supervisão de Lucas Pavanelli

Últimas