Minas Gerais Caminhonete de suspeito de matar candidato em MG é encontrada

Caminhonete de suspeito de matar candidato em MG é encontrada

Segundo a Polícia Civil, o veículo estava na casa do ex-prefeito de uma cidade vizinha de Patrocínio, onde ocorreu o crime; autor ainda é procurado

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Suspeito do crime fugiu na caminhonete

Suspeito do crime fugiu na caminhonete

Reprodução / Redes sociais

A caminhonete do suspeito de matar um candidato a vereador em Minas Gerais foi achada, na manhã desta sexta-feira (25), na casa de um ex-prefeito de Perdizes, a 355 km de Belo Horizonte.

O município fica ao lado da cidade de Patrocínio, onde Cássio Remis (PSDB) foi morto a tiros nesta quinta-feira (24). A informação foi confirmada pelo delegado do município, Renato Mendonça.

O suspeito do crime é José Marra (DEM), ex-secretário de Obras e irmão do atual prefeito de Patrocínio.

Segundo o delegado Renato Mendoça, o veículo estava na casa de Edno José de Oliveira, conhecido como Peçonha. O advogado Flávio Roberto Silva, que defende Oliveira, alegou ao R7 que Marra teria abandonado o carro no local e saído em seguida, sem dar detalhes sobre o que havia ocorrido.

Segundo a PM (Polícia Miltiar), foi o prórprio ex-prefeito de Perdizes que acionou a corporação. O delegado ainda disse que a arma usada no crime e o celular do suspeito estavam dentro da caminhonete. Marra não havia sido encontrado até o início desta tarde.

O crime

Remis foi assassinado enquanto tentava reaver o telefone celular que teria sido tomado por Jorge Marra minutos antes, quando o pré-candidato fazia uma live na internet.

O postulante ao cargo de vereador denunciava na transmissão ao vivo uma suposta obra que a prefeitura que iria beneficiar a instalação do comitê de campanha de Deiró Marra em uma casa na região.

O crime aconteceu em frente à sede da Secretaria de Obras. Segundo a polícia, o suspeito disparou cinco tiros contra a vítima.

Remis foi vereador de Patrocínio entre os anos de 2009 e 2016. Neste período, o político chegou a presidir a Câmara Municipal.

Últimas