Minas Gerais Casal denuncia truculência policial em abordagem em Paineiras (MG)

Casal denuncia truculência policial em abordagem em Paineiras (MG)

Vídeo mostra militar desferindo série de socos no rosto de jovem na cidade; agentes alegam que homem é suspeito de soltar bomba

  • Minas Gerais | Gledson Leão e Pablo Nascimento, da Record TV Minas

Abordagem aconteceu na praça principal da cidade

Abordagem aconteceu na praça principal da cidade

Reprodução / Record TV Minas

Um casal denunciou ter sido alvo de truculência durante uma abordagem policial, na noite desta sexta-feira (12), na cidade de Paineiras, a 254 km de Belo Horizonte.

Vídeos gravados por testemunhas mostram dois agentes imobilizando o fazendeiro Marcos Mendonça Gonçalves, de 23 anos. O jovem é jogado no chão, e um dos militares desfere diversos socos no rosto do rapaz (veja a gravação acima).

A gravação mostra a namorada do jovem, Maísa Tavares de Campos, de 18 anos, tentando impedir as agressões. Neste momento, a mulher também é atingida com um soco.

O caso aconteceu na praça principal da cidade de 4.600 habitantes. Segundo o boletim de ocorrência, Gonçalves teria soltado rojões próximo a crianças no local. A confusão começou durante a abordagem ao suspeito.

De acordo com a PM, o jovem respondeu aos militares com xingamentos. O boletim de ocorrência mostra que o suspeito apresentava sinais de embriaguez e uso de entorpecentes.

"Alguém soltou a bomba. Os policiais alegaram que foi eu, mas não foi. Mesmo se tivesse sido, precisava agir dessa forma?", disse Gonçalves à reportagem.

O boletim de ocorrência afirma que o jovem resistiu à prisão. Um dos policiais chegou ao hospital com fraturas em dois dedos e hematomas de mordida no ombro esquerdo. O fazendeiro nega que tenha agredido os militares.

Gonçalves conta que a namorada tentou impedir as agressões ao perceber que ele havia desmaiado. Maísa afirma que ficou assustada com a situação. "Eu estava defendendo ele e acabei levando um soco no rosto", conta a jovem.

O casal mora em Belo Horizonte e vai à cidade de Paineiras com frequência para cuidar da fazenda de Gonçalves e visitar a família de Maísa. Gonçalves foi levado para o hospital com hematomas pelo corpo e pelo rosto. Ele não ficou detido. "Eu não estou enxergando bem por um dos olhos", relata o jovem.

Procurada, a Polícia Militar de Minas Gerais informou que vai apurar o caso. "A PMMG esclarece, ainda, que, após conhecimento das imagens enviadas à instituição, foi instaurado, de imediato, um procedimento para apuração criteriosa dos fatos e adoção das medidas cabíveis", informou.

Últimas