Minas Gerais Chuva deixa 69 desabrigados e 132 desalojados em Minas Gerais

Chuva deixa 69 desabrigados e 132 desalojados em Minas Gerais

Nesta segunda-feira (3), um temporal de granizo causou danos em São Gonçalo do Sapucaí; a cidade decretou situação de emergência

  • Minas Gerais | Ana Gomes, Do R7

Fernão Dias ficou tomada por gelo

Fernão Dias ficou tomada por gelo

Reprodução/ Arteris

A chuva forte que caiu em Minas Gerais deixou pelo menos 69 pessoas desabrigadas e 132 desalojadas no estado desde o início do período chuvoso, que passou a ser monitorado a partir de 26 de setembro. Por causa do temporal de granizo que atingiu São Gonçalo do Sapucaí, a 340 km de Belo Horizonte, a cidade decretou situação de emergência nesta segunda-feira (3).

De acordo com a Defesa Civil estadual, veículos e telhados de imóveis foram danificados em São Gonçalo do Sapucaí. Ao todo, a tempestade deixou 42 pessoas desabrigadas e 67 desalojadas no município. Desalojados são aqueles que se veem forçados a deixar sua casa e estão morando na casa de outras pessoas. Já os desabrigados se deslocam para abrigos públicos após terem sua casa danificada ou ameaçada pelas chuvas.

A pista da BR-381, que liga Minas Gerais a São Paulo, ficou tomada por pedras de gelo. A rodovia chegou a ser interditada, e não houve registro de acidentes no local. 

Em Ponte Nova, a 210 km da capital, a chuva forte também destelhou casas nesta segunda-feira (3). Apesar dos estragos, ninguém precisou deixar seu imóvel. Também na segunda, o bairro Jardim Paraíso, em Três Corações, a 299 km de BH, ficou sem energia elétrica por causa das pancadas. A Defesa Civil registrou sete desabrigados e 25 desalojados.

Já no último domingo (2), Turmalina, cidade localizada a 489 km de Belo Horizonte, teve pelo menos cinco imóveis danificados, além de ruas e avenidas. Duas famílias, que totalizam oito pessoas, precisaram deixar seu imóvel.

Ainda segundo o balanço do órgão estadual, até o momento não houve mortes nem feridos por causa das chuvas. 

Últimas