Cliente não aceita fim de expediente e destrói loja de açaí com carro

Dono do comércio diz que fechou as portas após o suspeito se desentender com familiares no local; vídeo mostra o ataque em Serranos (MG)

O cliente de uma loja de açaí provocou um rastro de destruição após jogar o carro em direção ao estabelecimento, na cidade de Serranos, a 320 km de Belo Horizonte. Segundo testemunhas, o suspeito não teria aceitado o fechamento da loja enquanto ele estava no local.

Imagens impressionantes mostram o momento em que o homem de 28 anos, que não teve a identidade divulgada, acelera o veículo contra a porta do estabelecimento no município que tem pouco mais de 2.000 habitantes. O motorista dá ré e segue em direção ao prédio várias vezes.

Motorista jogou o carro contra a loja várias vezes

Motorista jogou o carro contra a loja várias vezes

Reprodução / Redes sociais

João Batista Reduzino, de 56 anos, dono da loja, contou à reportagem que a confusão começou quando o suspeito estava no local com amigos e familiares. O grupo teria se desentendido entre eles e, para evitar transtornos, o filho de Reduzino decidiu fechar a loja.

Segundo o comerciante, neste momento, o cliente não teria aceitado o fim do expediente e iniciou uma briga generalizada. A mulher do dono da loja, de 54 anos, foi atingida no tumulto, caiu no chão e teve um ferimento no olho. A filha do comerciante, de 24 anos, também teve contusões.

— Eu fiquei tão nervoso que nem vi quantas pessoas eram, mas tinha muita gente.

De acordo com PM (Polícia Militar), o cliente que teria iniciado a briga foi embora, mas voltou em seguida, já em seu carro, momento em que jogou o veículo contra a loja. Assustados, moradores gritavam e tentavam correr do local.

A Polícia Civil realiza, nesta quarta-feira (9), buscas para tentar localizar o suspeito que fugiu do local. Segundo o boletim de ocorrência registrado pela PM, ele estava acompanhado por uma mulher e uma criança quando foi embora. O caso aconteceu no último domingo (6).