Minas Gerais Defesa Civil define plano de retirada de 34 vizinhos de barragem em MG

Defesa Civil define plano de retirada de 34 vizinhos de barragem em MG

Nível de emergência da barragem Norte/Laranjeiras, da Vale, em Barão de Cocais (MG), aumento de 1 para 2 e os moradores devem deixar suas casas

Barragem Norte/Laranjeiras está no nível 2 de alerta

Barragem Norte/Laranjeiras está no nível 2 de alerta

Reprodução / Record TV Minas

A Defesa Civil de Minas Gerais define nesta sexta-feira (20) o plano de retirada de 34 moradores que vivem em uma área de risco próximo à barragem Norte/Laranjeiras, em Barão de Cocais, a 94 km de Belo Horizonte. 

Nesta quarta-feira (18), o nível de emergência da barragem, que faz parte da mina do Brucutu, passou de 1 para 2. A estrutura possui 56 metros de altura e 32,3 milhões metros cúbicos de rejeitos de ferro. Uma reunião entre representantes da Defesa Civil estadual e da Vale está marcada para as 13h para definir como será feita a remoção das famílias.

De acordo com o tenente-coronel Flávio Godinho, coordenador da Defesa Civil estadual, a evacuação será feita antecipadamente para que tudo possa ser planejado perfeitamente.

— Nós vamos implementar essa retirada já na semana que vem. Ao menos 34 pessoas e 790 animais serão retirados do local. Nós iremos planejar uma evacuação controlada, com tempo para que todos possam retirar suas coisas de suas casas.

Segundo Godinho, após a definição do plano, as famílias poderão escolher as casas em que vão morar até que a estrutura da barragem volte ao nível 1 de emergência.

— A Vale irá custear todo o aluguel das casas que as famílias irão escolher. Vamos fazer o primeiro contato com as famílias neste sábado (21). 

Elevação

De acordo com a ANM (Agência Nacional de Mineração), o nível de emergência foi elevado de um para o dois por dois motivos: o desconhecimento sobre as causas das trincas existentes no talude da mina e a falta de informação sobre a fundação da barragem.

Em nota, a Vale afirmou que deu início nesta semana ao protocolo de emergência nível 2, de forma preventiva.  

"A elevação do nível de emergência reflete uma abordagem conservadora da companhia, embora não tenham sido observadas alterações relevantes quanto aos fatores de segurança da estrutura", diz o texto.

Ainda de acordo com a Vale, a barragem Norte/Laranjeiras não recebe mais rejeitos de minério e não faz parte do plano de produção de minério de ferro da companhia desde dezembro de 2019.

"A remoção será feita de forma programada, conduzida pela Defesa Civil, com o acolhimento das famílias pela Vale. A companhia prestará toda a assistência necessária às famílias até que a situação seja normalizada", completa a nota da empresa.

*Estagiário do R7 sob supervisão de Lucas Pavanelli 

Últimas