Minas Gerais Duas pessoas morrem após avião que saía de Minas Gerais cair em Goiânia (GO) 

Duas pessoas morrem após avião que saía de Minas Gerais cair em Goiânia (GO) 

Bimotor saiu de Taiobeiras, a 424 km de Belo Horizonte, rumo à capital Goiânia; outras quatro pessoas estão feridas

  • Minas Gerais | Ricardo Vasconcelos, da Record TV Minas

Piloto tentou pousar em aeródromo

Piloto tentou pousar em aeródromo

Reprodução

Ao menos duas pessoas morreram e quatro ficara feridas após a queda de um avião de pequeno porte, na tarde desta quarta-feria (22), em Goiás. O bimotor, de propriedade privada, havia decolado de Taiobeiras, no Norte de Minas, a 424 km de Belo Horizonte, rumo à capital Goiânia.

De acordo com  os bombeiros, a aeronave teria sofrido uma pane elétrica, provocando a queda sobre uma casa, destruindo o telhado e alguns cômodos. Militares não informaram se algum morador estava no imóvel.

Ainda segundo os militares, momentos antes do acidente, o piloto manteve contato com a torre de transmissão e informou que precisava fazer um pouso de emergência, no aeródromo da cidade, mas não conseguiu chegar ao local e caiu. O destino inicial era o aeroporto Santa Genovena, mas o aeródromo estaria mais próximo. 

As vítimas foram socorridas pelos bombeiros ao Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira, em Goiãnia. Segundo o hospital, os donos do avião são Bruno Rodrigues da Rocha, de 38 anos, e o sócio, Leonardo Rodrigues da Rocha, de 43 anos. Eles não resistiram aos ferimentos.

As outras vítimas que ficaram feridas são: Roberto Pereira Junior, que seria o piloto; Indira Mendes Maia - trabalha no marketing do grupo;  Winnicius Duarth Alves Rodrigues - engenheiro do grupo; Priscila Fagundes Amaral, representante de uma imobiliária.

De acordo com a gerência do aeródromo de Goiânia, o avião prefixo PT  VOV, tem como um dos proprietários o empresario Denerval Cruz,  prefeito de Taiobeiras, que não estava na aeronave.

Últimas