Em 15 dias, regiões de BH superam média de chuvas para todo o mês

De acordo com medição realizada pela Defesa Civil da capital, a região Oeste já ultrapassou em 21% a quantidade de chuvas prevista para janeiro

Motoristas foram surpreendidos por enxurrada na região do Barreiro

Motoristas foram surpreendidos por enxurrada na região do Barreiro

Reprodução/Redes sociais

Em apenas duas semanas, quatro regiões de Belo Horizonte já superaram a média histórica de chuvas para o mês de janeiro. Nos bairros das regionais Oeste, Noroeste, Centro-Sul e Pampulha, as medições realizadas pela Defesa Civil da capital mineiras já superaram os 329,1 mm que, em média cai sobre BH no primeiro mês do ano. 

A região Noroeste foi a mais castigada pela quantidade de água com 397 mm, 21% a mais do que o esperado para janeiro. Na região Oeste, foram 378,2 mm, pouco mais que os 373 mm registrados na região Centro-Sul. A Pampulha tem o quarto maior índice de chuvas do mês, com 348,2 mm. 

De acordo com a Defesa Civil de BH a quantidade de chuvas não necessariamente é responsável pelos danos e prejuízos causados por um temporal. Os estragos dependem da intensidade da chuva. Dessa forma, uma região onde chove menos pode ter maior quantidade de danos que em outras, onde choveu mais. 

É o caso do Barreiro. Com o menor índice de chuvas registrado no ano (213,8 mm) a região sofreu com uma série de alagamentos em vias importantes durante as chuvas que caíram na noite desta quarta-feira (16). Carros foram arrastados e ficaram praticamente submersos. 

Acumulado de chuva (até 23h50 de 15/01):

Barreiro - 213,8 (65%)
Centro Sul - 373 (113%)
Leste - 309,6 (94%)
Nordeste - 285,8 (87%)
Noroeste - 397,4 (121%)
Norte - 205 (62%)
Oeste - 378,2 (115%)
Pampulha - 348,2 (106%)
Venda Nova - 299 (91%)

Média Climatológica (Janeiro): 329,1 mm