Minas Gerais Empresário de 25 anos morre após pular de bungee jump de 100 metros

Empresário de 25 anos morre após pular de bungee jump de 100 metros

Segundo o Corpo de Bombeiros, a corda do equipamento arrebentou enquanto o jovem praticava o esporte em um viaduto de Antônio Dias (MG)

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

O jovem estava no local com um grupo de amigos

O jovem estava no local com um grupo de amigos

Reprodução / Facebook

Um empresário de 25 anos morreu, na tarde deste sábado (3), após pular de bungee jump, em Antônio Dias, a 172 km de Belo Horizonte.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a corda do equipamento teria arrebetado durante a prática. O salto era feito de cima do Viaduto da Prainha, na BR-381, que tem aproximadamente 100 metros de altura.

Os militares que atenderam a ocorrência contaram à reportagem que o corpo da vítima foi encontrado no chão, já sem vida. O jovem estava acompanhado de amigos e outras pessoas que também praticavam o esporte. Algumas delas ficaram nervosas com o acidente e precisaram receber atendimento médico.

Testemunhas relataram aos socorristas que, durante a pandemia, o local tem sido procurado frequentemente por praticantes do esporte, que consiste em pular em queda livre, amarrado em uma corda elástica pelo tornozelo e pela cintura.

Ainda segundo os bombeiros, quatro homens que estavam no local eram responsáveis pela instrução dos saltos. A PM (Polícia Militar) foi acionada para colher informações sobre o esporte e sobre a morte do empresário. Segundo o boletim de ocorrência, a vítima era moradora da cidade de Nova Era, a 137 km de Belo Horizonte.

Procurada pela reportagem, a Polícia Civil informou que ainda não havia recebido o boletim de ocorrência do caso até às 17h30.

Últimas