Minas Gerais Ex-presidente uruguaio, Mujica será orador da Medalha da Inconfidência

Ex-presidente uruguaio, Mujica será orador da Medalha da Inconfidência

Solenidade sempre acontece no dia 21 de abril em Ouro Preto

  • Minas Gerais | Do R7

Pimentel foi ao Uruguai fazer o convite a Mujica

Pimentel foi ao Uruguai fazer o convite a Mujica

Divulgação

O ex-presidente uruguaio José Pepe Mujica será o orador oficial da entrega da Medalha da Inconfidência, tradicional evento do dia 21 de abril em Ouro Preto, na região central de Minas. Em memória a Tiradentes, o Governo de Minas entregará 150 medalhas a personalidades políticas e de outras áreas. Mujica receberá o Grande Colar da Inconfidência, a maior honraria do governo mineiro. 

Em 2015, o líder sem-terra João Pedro Stédile foi alvo de protestos por ter recebido a homenagem do governo mineiro. 

Leia mais notícias de Minas Gerais no Portal R7

Experimente grátis: todos os programas da Record na íntegra no R7 Play

O presidente da Assembleia, Adalclever Lopes (PMDB), que preside o Conselho da Medalha, destacou que Mujica aceitou o convite feito pelo governador Fernando Pimentel na semana passada.  Os 17 membros do Conselho da Medalha vão indicar três agraciados até a próxima terça-feira (8). Eles receberão a Grande Medalha, a Medalha de Honra e a Medalha da Inconfidência. As demais indicações serão feitas por Pimentel. 

A programação deve seguir o padrão de 2015, quando o trânsito em Ouro Preto foi fechado para a solenidade somente no dia do evento e será liberado uma hora depois. 

Uma reclamação recorrente dos moradores é que a solenidade impede o acesso da população às autoridades como forma de fugir de protestos. No ano passado, quando o ministro do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski foi homenageado, professores da rede pública fizeram críticas à política salarial. Grupos de oposição também organizaram panelaços. 

Últimas