Minas Gerais Faculdades de BH adiam retorno presencial diante avanço da covid

Faculdades de BH adiam retorno presencial diante avanço da covid

Por enquanto, prefeitura não vê necessidade de suspender as atividades no ensino superior, mesmo com índices em alerta

  • Minas Gerais | Dara Russo* e Laura Adler*, da Record TV Minas

PUC terá retorno presencial no dia 21 de fevereiro

PUC terá retorno presencial no dia 21 de fevereiro

Google Street View / Reprodução

Faculdades de Belo Horizonte decidiram adiar o início presencial do primeiro semestre letivo de 2022 devido ao aumento de casos de Covid-19.

Na PUC Minas, as atividades terão início nesta quarta-feira (2), na modalidade remota. A expectativa da instituição é que no dia 21 de fevereiro todas as aulas passem a acontecer presencialmente. Inicialmente, a informação divulgada pela PUC era de retomada total nesta semana.

Na Fumec, o retorno das aulas acontecerá no dia 14, para as modalidades presencial quanto e EAD. Os cursos presenciais retornam com as aulas no campus. A nova data adia em uma semana o retorno, que estava previsto para o dia 7.

Nos Centros Universitários Una e UniBH, a volta às atividades presenciais estava prevista para o dia 14, mas foi adiada em uma semana, para o dia 21. As aulas acontecerão em formato híbrido, que mistura ensino remoto e presencial.

Já a Newton Paiva informou, em nota, que iniciará as atividades acadêmicas do primeiro semestre de 2022 de modo virtual em 14 de fevereiro. A partir de 07/03/22, as disciplinas serão ofertadas presencialmente em todos os cursos. 

Federais

As aulas do primeiro semestre de 2022 na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) estão previstas para começar em 26 de março, de forma presencial. A universidade segue em regime híbrido até o dia 25 de fevereiro de 2022, fim do segundo semestre de 2021.

Na UEMG (Universidade do Estado de Minas Gerais), o segundo semestre de 2021 termina no dia 17 de março, em formato remoto. A modalidade de ensino para início do primeiro semestre  do ano letivo de 2022  ainda será definida e seu início está previsto para abril.

Dados da pandemia

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura de Belo Horizonte nesta segunda-feira (31), o MR (Matriciamento de Risco), critério que orienta a abertura e fechamento das escolas na capital, se encontra em nível moderado.

O índice, que está em 68% desde o dia 21 de janeiro, indica que as aulas presenciais só podem ser liberadas para estudantes de até 18 anos. Dessa forma, as atividades presenciais nas instituições de ensino superior teriam que ser proibidas.

Em coletiva de imprensa, realizada na última quarta-feira (26), o secretário municipal de Saúde, Jackson Machado, disse que devido ao avanço da vacinação nos alunos e professores das universidades e faculdades, a PBH aprova a volta das atividades escolares para maiores de 18 anos.

“Como essa população já está teoricamente 100% vacinada com duas ou três doses, tanto o corpo docente quanto o corpo discente, não há porque a gente tirar essas pessoas de dentro das faculdades e deixar que elas possam frequentar os botecos, as festas etc. Então, apesar do MR estar em 68%, as atividades escolares estão mantidas”, afirmou Machado.

*Estagiárias sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas