Minas Gerais Falsos agentes de saúde furtam R$ 1.300 e celular de idosa em BH

Falsos agentes de saúde furtam R$ 1.300 e celular de idosa em BH

Dupla não tinha uniforme ou crachá de posto de saúde e alegou que ia medir a pressão da idosa e aproveitou para entrar na casa

  • Minas Gerais | Camila Cambraia, da Record TV Minas

Dois golpistas se passaram por agentes de saúde para entrar na casa de uma idosa na região Centro-Sul de Belo Horizonte. Os estelionatários furtaram cerca de R$ 1.300 da vítima.

A aposentada Maria das Graças, de 71 anos, estava dormindo quando a dupla tocou a campainha. Mesmo sem estarem uniformizados, os golpistas se identificaram como funcionários de um posto de saúde e pediram para entrar na residência e aferir a pressão da idosa.

— Eu quis atender eles na porta, mas eles insistiram em entrar. Disseram que estavam cansados de subir escada e um deles queria usar o banheiro. Eu achei que era do posto.

Enquanto o homem conversava com a aposentada na sala, a mulher foi até o quarto da vítima e pegou o celular e todo o dinheiro da carteira. Antes de irem embora, eles ainda pediram para ela preencher uma ficha com dados pessoais. Maria das Graças só percebeu que foi furtada horas depois.

Imagem mostra falsos agentes de saúde

Imagem mostra falsos agentes de saúde

Reprodução / Record TV Minas

— Quando eu fui pegar o dinheiro para comprar refrigerante para a minha netinha, eu percebi.

Imagens registradas por câmeras de segurança mostram a dupla saindo da casa da idosa e indo em direção a um carro prata. É possível perceber que um dos suspeitos apresenta um problema em uma das pernas.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, os agentes comunitários não fazem aferição de pressão ou algum serviço do tipo, e sim identificam queixas ou demandas de usuários. Todo agente de saúde deve estar identificado com crachá e, caso fique desconfiado, o morador pode ligar para o 156 e confirmar se a pessoa representa a prefeitura.

Em nota, a Polícia Civil informou que está investigando o caso.

Últimas