Minas Gerais Família sai ilesa de queda de helicóptero em Belo Horizonte

Família sai ilesa de queda de helicóptero em Belo Horizonte

Passageiros iam para Vargem Alegre, no interior de Minas Gerais, visitar a avó e pretendiam retornar à capital ainda neste sábado (8)

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7, com Raquel Rocha, da Record TV Minas

Passageiro estava no celular durante a queda

Passageiro estava no celular durante a queda

Reprodução / Record TV Minas

Os três passageiros e a piloto do helicóptero que caiu na manhã deste sábado (8), em Belo Horizonte, saíram ilesos do acidente.

O empresário Fernando Castro estava na aeronave com o irmão e a cunhada. Eles ia para a cidade de Vargem Alegre, a 255 km de Belo Horizonte, para visitar a avó. A família pretendia retornar a capital mineira ainda neste sábado.

Castro, que só teve um arranhão no braço, conta que ficou assustado, mas não viu o início da queda.

— Eu estava mexendo no celular. O helicóptero só foi abaixando e eu fechei os olhos.

A aeronave decolou de um heliponto no bairro Olhos d’Água, na região Oeste de Belo Horizonte, no início da manhã. Segundo os passageiros, a aeronave perdeu altitude logo após decolar e caiu em uma mata que fica em frente a pista. A área é de difícil acesso.

A tripulação saiu do helicóptero antes que os bombeiros chegassem ao local e caminharam em direção ao uma área mais segura.

— Nós saímos e começamos a subir o morro.

Helicóptero caiu logo após decolar em BH

Helicóptero caiu logo após decolar em BH

Divulgação / Corpo de Bombeiros

A suspeita é que a aeronave tenha apresentado problemas mecânicos. O Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) vai investigar o que causou o acidente. A documentação do helicóptero estava em dia, assim como a autorização para transportar passageiros.

Domingos de Castro, pai dos irmãos que estavam na aeronave, foi para o local após ser informado sobre o acidente.

— Meus filhos nasceram de novo. Foi um presente que Deus nos deu para o Dia das Mães.

"A Ação Inicial é o começo do processo de investigação e possui o objetivo de coletar dados: fotografar cenas, retirar partes da aeronave para análise, reunir documentos e ouvir relatos de pessoas que possam ter observado a sequência de eventos. O objetivo das investigações realizadas pelo Cenipa é prevenir que novos acidentes com características semelhantes ocorram. A conclusão das investigações terá o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade de cada ocorrência e, ainda, da necessidade de descobrir todos os fatores contribuintes", informou a Fab (Força Aérea Brasileira).

Últimas