Minas Gerais Funcionária denuncia idoso por estupro dentro de loja em BH

Funcionária denuncia idoso por estupro dentro de loja em BH

Polícia investiga homem de 68 anos de idade que teria abusado e assediado funcionárias em loja de bijuterias no centro da cidade 

Mulher procurou a polícia para denunciar abusos sofridos em loja de BH

Mulher procurou a polícia para denunciar abusos sofridos em loja de BH

Record TV Minas

A Polícia Civil abriu um inquérito para investigar o dono de uma loja de bijuterias, no centro de Belo Horizonte, que é acusado por funcionárias de abuso sexual.

As investigações foram abertas nesta terça-feira (11), depois que uma das vítimas, uma mulher de 24 anos, procurou a delegacia para denunciar que o ex-chefe dela, de 68 anos, "passava as mãos em suas partes íntimas" e de outras colegas de trabalho. Um boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia de Mulheres, no Barro Preto, em Belo Horizonte. 

O estupro acontecia dentro do estoque de mercadorias da loja, durante o horário de trabalho das funcionárias. 

De acordo com a vítima, os assédios começaram em outubro do ano passado, quando ela chegava na loja para trabalhar. Ela era uma das primeiras pessoas a entrar na loja e, por diversas vezes, ficava sozinha com o suspeito no mesmo local.  

Durante este período, segundo os relatos da mulher, o idoso fazia comentários sobre o corpo dela, até que ela se revoltou e disse que iria denunciá-lo. Após a ameaça, ela foi demitida. Ainda segundo o relato da vítima, por medo, ela relutou em denunciar o homem à época. No entanto, familiares a encorajaram a procurar a polícia e relatar os abusos. 

Últimas