Minas Gerais Garis pedem prioridade na fila de vacinação e ameaçam greve em BH

Garis pedem prioridade na fila de vacinação e ameaçam greve em BH

Trabalhadores da limpeza urbana marcaram greve a partir desta terça-feira (30) e alegam exposição à contaminação pela covid

  • Minas Gerais | Lucas Pavanelli, do R7

Trabalhadores da limpeza urbana alegam exposição à contaminação pela covid-19

Trabalhadores da limpeza urbana alegam exposição à contaminação pela covid-19

Divulgação / PBH

Trabalhadores da limpeza urbana de Belo Horizonte anunciaram uma paralisação nesta terça-feira (30) para cobrar vacinação para os garis que trabalham nas ruas da capital mineira. De acordo com o Sindeac, sindicato que representa os trabalhadores terceirizados da limpeza urbana de Belo Horizonte, a classe tem feito tratativas sobre o assunto, mas não recebeu respostas. 

Nesta semana, a prefeitura de BH anunciou a criação de um cadastro voltado para a vacinação de trabalhadores das forças de segurança, fiscais de controle urbanístico e da limpeza urbana, que devem ser incluídos em grupos prioritários. 

No entanto, para o presidente do Sindeac, Paulo Roberto da Silva, nenhuma medida efetiva foi tomada, já que não há data para início da vacinação desses profissionais.

— Os trabalhadores da limpeza urbana estão adoecendo e não podemos ficar de braços cruzados. Eles estão na linha de frente desde o início da pandemia, expostos permanentemente aos riscos de contaminação. Aguardamos que as autoridades se pronunciem no decorrer do dia, caso contrário a greve será deflagrada

De acordo com o Sindeac, além dos garis, os motoristas que trabalham na coleta de resíduos também se manifestaram a favor da paralisação. De acordo com o presidente do Smeclodif (Sindicato dos Motoristas Empregados em Empresas de Cargas, Logísticas em Transporte e Diferenciados de Belo Horizonte e região), Natanael Dias de Moura, os profissionais estão expostos a riscos. 

— Iremos à greve em função do risco a que estão expostos os motoristas de coleta de resíduos e lixo de Belo Horizonte. É uma situação que temos denunciado desde o início da pandemia. Esses profissionais não receberam nenhuma atenção, nem das empresas e nem dos setores públicos.

Em nota, a Prefeitura de Belo Horizonte informa que está em negociação com o Sindeac e que prepara o cadastro para definir as doses necessárias para vacinar os garis.

Últimas