Minas Gerais Homem atira em amante e depois se mata na região central de BH

Homem atira em amante e depois se mata na região central de BH

Suspeito teria atirado na testa da mulher e, em seguida, se matado, também com um tiro; vítima foi socorrida sem vida e reanimada no Hospital João 23

  • Minas Gerais | Marcella Gasparete e Shirley Barroso, da RecordTV Minas, e Célio Ribeiro*, do R7

Vítima foi socorrida sem vida e reanimada no hospital

Vítima foi socorrida sem vida e reanimada no hospital

Shirley Barroso / Record TV Minas

Um homem tentou matar a amante e depois se matou na região do Barro Preto, na zona Centro-Sul de Belo Horizonte. O caso aconteceu na tarde desta quinta-feira (26).

De acordo com a Polícia Militar, o crime aconteceu na clínica em que a mulher trabalhava, próximo a um batalhão do Exército. O suspeito teria atirado na testa da mulher para, logo em seguida, atirar no próprio corpo, morrendo na hora.

Segundo a Polícia Militar, o casal tinha um histórico de desentendimentos. A mulher teria uma medida protetiva contra o suspeito e ele estaria utilizando tornozeleira eletrônica. Informações iniciais apontam que a vítima andava com um “botão do pânico”, que deveria ser acionado caso o homem se aproximasse dela.

De acordo com os militares, o suspeito estaria planejando o crime há algum tempo e até teria ligado na clínica momentos antes para se certificar de que a amante estava no local. Também existe a suspeita de que o homem teria deixado a bateria da tornozeleira eletrônica acabar para poder se aproximar dela sem que a polícia foi acionada, mas essa informação ainda não foi confirmada.

A vítima foi resgatada sem sinais vitais e levada ao Hospital João 23, no bairro Santa Efigênia, também na região Centro-Sul da capital mineira. No local, os médicos conseguiram reanimar a mulher, que está em estado gravíssimo.

(Aguarde mais informações)

Últimas