Minas Gerais Homem morre após sessão de espancamento na Grande BH

Homem morre após sessão de espancamento na Grande BH

De acordo com a PM, ele foi obrigado a confessar crimes que nem mesmo a polícia havia sido notificada na região

Um homem foi espancado até a morte em uma sessão de violência do chamado "tribunal do crime", em Sarzedo, na região metropolitana de Belo Horizonte. O crime foi filmado e divulgado nas redes sociais. 

As imagens mostram um homem sendo espancado por mais de uma pessoa enquanto é obrigado a confessar supostos crimes que nem teriam chegado ao conhecimento da polícia.

PM encontrou corpo do homem em mata

PM encontrou corpo do homem em mata

Reprodução/RecordTV Minas

A vítima é Fábio da Silva Alves, de 38 anos, morador de Sarzedo, na região metropolitana de Belo Horizonte, e sem ficha criminal, de acordo com o tenente da PM Evandro Lisboa.

— Esse indivíduo, a vítima, estaria cometendo crimes contra o patrimônio, mas esse fato não chegou ao nosso conhecimento. Em decorrência disso, alguns populares se revoltaram e fizeram a justiça com as próprias mãos.

De acordo com a PM, os moradores afirmaram que ele era usuário de drogas e que estaria roubando para comprar drogas. 

Parentes da vítima contaram aos policiais militares que receberam um ligação anônima informando que Fábio estava em uma mata fechada, perto de um córrego. Os militares e o Samu estiveram no local, e encontraram o homem já sem vida, com as mãos amarradas e muito machucado.

— Eles empregaram a violencia como se fosse a única forma de restabelecer a concepção de justiça dos agressores. Não compete ao cidadão comum fazer juízo de valor sobre esse fato. 

Últimas