Minas Gerais Homem que filmou ação da PM em Paineiras (MG)  é preso

Homem que filmou ação da PM em Paineiras (MG)  é preso

O próprio autor do vídeo denuncia ter sido conduzido à delegacia, tido o carro apreendido e sido agredido por policiais da cidade

  • Minas Gerais | Túlio Lopes, da Record TV Minas

Reprodução Record TV Minas

Um dia após divulgar nas redes sociais o vídeo de uma ação truculenta de policiais militares na cidade de Paineiras, no Centro-Oeste de Minas, o homem de 26 anos, que filmou a ação dos militares foi conduzido à delegacia pela PM, onde ficou detido por aproximadamente seis horas.

De acordo com homem, que conversou com a  equipe da Record TV Minas e do Portal R7 por telefone, policiais teriam o abordado e feito procuras no carro dele. Ele conta que os militares apreenderam o veículo em que ele estava e também o levaram para delegacia.

Atordoado, o responsável pelo vídeo contou que foi agredido com socos e chutes dentro do quartel da Polícia militar. As agressões teriam ocorrido após os policiais questionarem o motivo da divulgação do vídeo que acabou viralizando e repercutindo na mídia. 

A Polícia registrou um boletim de ocorrência da abordagem. Segundo o documento, foi dada voz de prisão ao suspeito porque neste sábado (13), por volta das 16 horas,  ele teria desobedecido a ordem de parada dos militares.

Os policiais que  atenderam a ocorrência informaram que ele se mostrou resistente durante a abordagem. O boletim descreve que um dos policiais e o próprio suspeito teriam ficado feridos durante a abordagem. O documento policial ainda aponta que o veículo foi apreendido porque "os sulcos da banda de rodagem estavam sem profundidade", além do "sistema de iluminação do veículo e equipamentos de segurança (triângulo e macaco) que estavam faltando".  

A reportagem solicitou e aguarda um posicionamento da Polícia Militar. 

Relembre

Um casal denunciou ter sido alvo de truculência durante uma abordagem policial, na noite desta sexta-feira (12), na cidade de Paineiras, a 254 km de Belo Horizonte.

Vídeos gravados por testemunhas mostram dois agentes imobilizando o fazendeiro Marcos Mendonça Gonçalves, de 23 anos. O jovem é jogado no chão, e um dos militares desfere diversos socos no rosto do rapaz .

A gravação mostra a namorada do jovem, Maísa Tavares de Campos, de 18 anos, tentando impedir as agressões. Neste momento, a mulher também é atingida com um soco. Por meio de nota, a Polícia alegou que recebeu chamado para o local onde um homem estaria soltando bombas na praça. "A PMMG esclarece, ainda, que, após conhecimento das imagens enviadas à instituição, foi instaurado, de imediato, um procedimento para apuração criteriosa dos fatos e adoção das medidas cabíveis", informou.

Últimas