Minas Gerais Incêndio destrói parte de buffet tradicional de Belo Horizonte

Incêndio destrói parte de buffet tradicional de Belo Horizonte

Bombeiros precisaram usar mais de 20 mil litros de água para controlar as chamas, que eram altas; causas do incêndio ainda não foram divulgadas 

  • Minas Gerais | Virgínia Nalon, da Record TV Minas

Chamas se alastraram por parte do estabelecimento

Chamas se alastraram por parte do estabelecimento

Reprodução/RecordTVMinas

Um dos buffets de festas mais tradicionais de Belo Horizonte pegou fogo, na noite desta segunda-feira (30), no bairro Santo Antônio, na região Centro-Sul de Belo Horizonte. 

Vídeos gravados por moradores de condomínios próximos ao local registraram o fogo. As imagens mostram que a avenida Olegário Maciel, onde fica o estabelecimento, foi tomada pela fumaça.

Viaturas da PM (Polícia Militar) cercavam a área enquanto os bombeiros corriam contra o tempo para apagar o fogo, que se alastrou rapidamente. O vídeo ainda mostra que as chamas quase atingiram as árvores e a fiação elétrica.

Moradores do prédio ao lado tiveram que sair às pressas de suas residências pois havia risco de explosão durante o incêndio. 

Enquanto uma equipe de militares jogava água para tentar controlar o fogo, a outra tentava arrombar a porta do local para que o combate também pudesse ocorrer por baixo.

O local atingido é um dos buffets de festa mais tradicionais de Belo Horizonte. Apesar de todos os estragos, a ação rápida dos bombeiros evitou um prejuízo maior.

De acordo com tenente do Corpo de Bombeiros, Thiago Lobo, mais de 20 mil litros de água foram usados para apagar o incêndio, que a todo momento dava sinais de recomeçar.

— O teto do buffet tinha algumas partes que era um forro de madeira. Isso facilitou a propagação do incêndio. 

A proprietária do local, Valéria Prates, acompanhou de perto o combate às chamas. Ela foi amparada por amigos e chorou bastante ao ver tudo destruído.

— Meus amigos me ligaram para avisar que estava pegando fogo. Eu fiquei desesperada. É muito triste.

Prejuízos

Por causa da pandemia do novo coronavírus, o buffet estava fechado. Apenas o escritório estava funcionando para atender os clientes. Os bombeiros informaram que ainda não é possível saber as causas do incêndio. A suspeita é de um curto-circuito no ar-condicionado.

O buffet tinha seguro. A notícia de que peças e equipamentos foram preservados, deixou Valéria mais aliviada.

— O que pegou fogo mesmo foi só a parte do almoxarifado. A gente tinha pouco material que trabalhamos nas festas e a parte de estoque de alimentos, freezer, câmara frigorífica, mas como nosso estoque está baixo, dos males o menor. 

O imóvel ainda vai passar por uma perícia. A Defesa Civil de Belo Horizonte também vai analisar se houve danos na estrutura.

Após o incêndio ser controlado, os moradores puderam voltar para os apartamentos.

Últimas