Minas Gerais Jovem tem morte cerebral após acidente envolvendo motorista com sinais de embriaguez em BH

Jovem tem morte cerebral após acidente envolvendo motorista com sinais de embriaguez em BH

Vítima estava em moto que foi arrastada; Justiça autorizou soltura do suspeito mediante fiança de 50 salários mínimos

Larissa Rodrigues de Assis, de 27 anos, estava na garupa da moto de sua amiga

Larissa Rodrigues de Assis, de 27 anos, estava na garupa da moto de sua amiga

Reprodução/ Redes sociais

Uma das vítimas do acidente que aconteceu na última sexta-feira (31), no bairro Xodó Marize, na região norte de Belo Horizonte, teve morte cerebral confirmada nesta segunda-feira (3).

Larissa Rodrigues de Assis, de 27 anos, estava na garupa da moto de sua amiga, Tainá Santos, quando o veículo arrastado por um motorista com suspeita de embriaguez. Testemunhas relataram que o motorista estava em alta velocidade e invadiu a contramão.

Tainá quebrou as duas pernas e foi levada para o Hospital João XXIII, na região central. Larissa ficou inconsciente e foi encaminhada para o Hospital Risoleta Neves, próximo ao local do acidente.

O motorista foi preso em flagrante após recusar fazer o teste do bafômetro e apresentar sinais de embriaguez, na sexta-feira (31). Mas pode ser solto a qualquer momento caso pague a fiança estipulada de aproximadamente R$ 65 mil.

“Foi concedida uma liberdade provisória com arbitramento de 50 salários mínimos. A família está chocada com essa decisão, pelo entendimento de saber que uma vida vale apenas 50 salários”, avaliou Thiago Calazans, advogado da família.

Últimas