Minas Gerais Justiça condena a 8 anos de prisão travesti que matou rival por causa de uma peruca

Justiça condena a 8 anos de prisão travesti que matou rival por causa de uma peruca

A briga aconteceu em 2014, após um show de axé na Arena Independência, em Belo Horizonte

  • Minas Gerais | Pollyana Sales, da Record Tv Minas

Júri aconteceu na manhã desta sexta-feira (05), em Belo Horizonte.

Júri aconteceu na manhã desta sexta-feira (05), em Belo Horizonte.

Divulgação Assessoria Fórum Lafayette

A travesti Andressa Demétrio, acusada de matar a facadas a rival, também travesti, durante uma briga em 2014, foi condenada a uma pena de 8 anos e 3 meses de prisão em regime semi-aberto. O júri aconteceu na manhã desta sexta-feira (05), no Fórum Lafayette, em Belo Horizonte.

O crime foi há 8 anos, após um show de axé na Arena Independência, no bairro Sagrada família, Região Leste de Belo Horizonte. Na época, a discussão entre Andressa e a vítima, conhecida como Samantha, teria começado por causa de uma peruca.

Durante o julgamento, a acusada contou que conhecia a vítima de um ponto de prostituição e que, durante o show, elas discutiram e trocaram agressões após Samantha dizer que queria pegar a peruca de Andressa. A ré também afirmou que a briga continuou fora do estádio e que, após o evento, foi ameaçada por Samantha e por outras pessoas que estavam com ela, o que motivou novas agressões. Andressa confessou que pegou uma faca em uma lanchonete durante a briga e atingiu a rival, que não resistiu aos ferimentos e morreu.

Fabiana Cardoso Gomes Ferreira,  juíza do Tribunal do Júri da 3ªpresidência, foi quem definiu a sentença de 8 anos e 3 meses em regime semi-aberto. Andressa já estava em prisão preventiva o que determinou o regime inicial. A acusada poderá recorrer em liberdade.

Últimas