Minas Gerais Kalil definirá forma para custeio de gratuidade de ônibus nesta quinta

Kalil definirá forma para custeio de gratuidade de ônibus nesta quinta

Em reunião com o sindicato das empresas de coletivos, o prefeito disse que o município não pode arcar com despesas do benefício

  • Minas Gerais | Ana Gomes, Do R7

Prefeito garantiu que não haverá aumento

Prefeito garantiu que não haverá aumento

Breno Pataro / PBH

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), afirmou que deve ter uma definição sobre a forma de financiamento da gratuidade das tarifas de ônibus para alguns moradores da capital nesta quinta-feira (16).

Após reunião com o Setra-BH (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte), o político disse que o município não pode arcar com as despesas do benefício e que o usuário pagante não pode ser prejudicado.

“A gratuidade não pode cair no preço da passagem. Por outro lado, a prefeitura não vê como arcar com essa despesa”, disse Kalil.

Um novo encontro foi marcado para a tarde desta quinta-feira (16) para que o município e o sindicato entrem em um acordo sobre o assunto. Ainda segundo o prefeito, assim que possível, o assunto será levado à Câmara Municipal em caráter de urgência para que seja analisado pelos vereadores.

Aumento de tarifa

A série de reuniões é uma tentativa de escutar maneiras de financiamento do serviço de transporte na cidade, sem afetar o valor da tarifa.

Na última segunda-feira (12), Alexandre Kalil voltou a afirmar que não haverá ajuste no valor da passagem este ano. "Não tem aumento antes de um grande debate na mesa", garantiu após o encontro. 

Últimas