Minas Gerais Kalil deixa a Prefeitura de BH para concorrer ao Governo de MG 

Kalil deixa a Prefeitura de BH para concorrer ao Governo de MG 

Vice-prefeito Fuad Noman é quem assume a chefia do município; em pesquisa, Kalil aparece em 2º entre os nomes listados ao cargo

  • Minas Gerais | Ana Gomes, Do R7

Kalil não poderá voltar ao cargo

Kalil não poderá voltar ao cargo

Amira Hissa/PBH

Alexandre Kalil (PSD) renunciou, na manhã desta sexta-feira (25), ao cargo de prefeito de Belo Horizonte e sinalizou que vai concorrer a governador de Minas Gerais. O anúncio foi feito na data em que o político faz aniversário e o Atlético-MG, clube do qual já foi presidente, comemora 114 anos.

Durante entrevista coletiva, o chefe do município foi recebido com palmas. "Se digo até breve a Belo Horizonte, me dirijo ao meu estado. Sem promessas e sem mentiras, vamos levar esse foco humano de cuidar de gente", disse em seu pronunciamento. 

Agora, quem assume a chefia do município é o vice-prefeito Fuad Noman. Antes de ocupar o cargo, o político esteve à frente da Secretaria Municipal de Fazenda, entre os anos de 2017 e 2020.

Kalil deixa suas funções na prefeitura da capital a dois anos e nove meses do fim do mandato. Caso ele não seja eleito ao governo do estado, não poderá retornar ao cargo de prefeito. 

Durante o pronunciamento, o político também anunciou a saída da secretária municipal de Política Urbana, Maria Caldas, do procurador-geral do município, Castellar Modesto Guimarães Filho, e do secretário municipal de Saúde, Jackson Machado Pinto. 

Pesquisas

Em uma pesquisa realizada pela Real Time Big Data, encomendada pela Record TV e divulgada nesta terça-feira (15), Kalil aparece em segundo lugar entre os nomes listados ao cargo de chefe do estado. Quem lidera a pesquisa é o atual governador, Romeu Zema (Novo), com 40% das intenções, enquanto o ex-presidente do Galo tem 23%.

Outros 16% não sabem ou não responderam, 12% votariam branco ou nulo e 4% votariam em Carlos Viana (MDB).

A pesquisa tem margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos e 95% de nível de confiança. Ela foi realizada por telefone com 1.500 eleitores de Minas Gerais, entre 12 e 15 de março.

Histórico

Alexandre Kalil teve sua estreia na política ao ser eleito prefeito de Belo Horizonte em 2016 com 52,98% dos votos, no segundo turno. Em 2020, foi reeleito em primeiro turno com 63,36% dos votos.

Antes do cargo, o empresário era mais conhecido por seu tempo na presidência do Clube Atlético Mineiro, onde permaneceu de 2008 a 2014. Na direção do clube, Kalil conquistou títulos de grande importância como a inédita Taça Libertadores da América em 2013, a Copa do Brasil em 2014, além da Recopa Sul-Americana e de três campeonatos mineiros: 2010, 2012 e 2013.

Kalil iniciou sua carreira aos 25 anos como dirigente esportivo do time de voleibol do Atlético-MG, entre 1980 e 1983. Mais tarde, passou a dirigir a Erkal Engenharia Ltda, empresa especializada em infraestrutura rodoviária, urbana, civil e industrial, criada por sua família.

Últimas