Minas Gerais Kalil e outros prefeitos avaliam parceria para compra de vacinas

Kalil e outros prefeitos avaliam parceria para compra de vacinas

Grupo formado por líderes municipais de todo o país discutem criar consórcio para facilitar a aquisição dos imunizantes contra covid

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Kalil participa de reunião com outros prefeitos

Kalil participa de reunião com outros prefeitos

Divulgação / Coligação Coragem e Trabalho

Alexandre Kalil (PSD), chefe do Executivo de Belo Horizonte, se reune com prefeitos de outras cidades brasileiras, na tarde desta segunda-feira (1º), para discutir a criação de uma parceria que deve viabilizar a compra de vacinas contra a covid-19.

O encontrou foi marcado pela Comissão de Vacinas da FNP (Frente Nacional de Prefeitos) após o STF (Supremo Tribunal Federal) liberar, na última semana, que Estados o municípios negociem os imunizantes por conta própria, caso o Governo Federal não consiga suprir as necessidades da população.

Após o anúncio do STF, Kalil afirmou em uma coletiva que a prefeitura tentou comprar os imunizantes diretamente com os laboratórios, mas não teve sucesso. O político disse que o Executivi Municipal recebeu um "solene não" dos fabricantes.

Outros prefeitos mineiros, como Christiano Xavier (PSD), de Santa Luzia, na Grande BH, também participam da reunião hoje.

Jonas Donizette, presidente da FNP, explica que a parceria também deve viabilizar a compra de equipamentos, medicamentos e insumos.

— O coronavírus é uma realidade e pode ser que tenhamos que vacinar a população com alguma frequência. Então, a constituição desse consórcio não é tardia. Estamos liderando essa ação pensando não só na urgência, mas também no futuro.

A Prefeitura de Belo Horizonte deve emitir um comunicado ainda nesta segunda-feira caso algum acordo seja fechado. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de BH, até o momento, 114.570 receberam a primeira dose do imunizante, enquanto 57.035 receberam a segunda.

Veja como anda a vacinação em todo Brasil:

Últimas