Minas Gerais Kalil marca reunião no STF em defesa de nível mínimo em Furnas

Kalil marca reunião no STF em defesa de nível mínimo em Furnas

Objetivo do presidente da Frente de Prefeitos é minimizar os impactos da seca na represa que é uma das principais de Minas

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, Do R7

Evento aconteceu em Alfenas, no interior de MG

Evento aconteceu em Alfenas, no interior de MG

Divulgação / FNP / Victor Oliveira


Alexandre Kalil (PSD), presidente da FMP (Frente Mineira de Prefeitos), anunciou um encontro com a ministra Carmen Lúcia, do STF (Supremo Tribunal Federal) para falar sobre o projeto que prevê uma cota mínima de 763 metros para o Lago de Furnas.

A PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 52/20 determina alteração do nível para garantir segurança hídrica na represa que é uma das principais do estado, principalmente durante a seca.

O anúncio do encontro foi feito pelo prefeito de Belo Horizonte e presidente da FMP, nesta sexta-feira (17), durante uma reunião do grupo na cidade de Alfenas, distante 340 km da capital mineira. Os prefeitos debateram a situação do lago conhecido como “mar de Minas” por abranger 34 cidades.

A expectativa, segundo Kalil, é que a reunião com a ministra aconteça na próxima segunda-feira (20).

Últimas