Minas Gerais Kalil segue na liderança pela Prefeitura de BH em 2020

Kalil segue na liderança pela Prefeitura de BH em 2020

Pesquisa aponta que atual prefeito tem 43% das intenções de voto; levantamento também diz que Zema tem 53% de aprovação na capital mineira

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Gestão de Kalil tem 73% de aprovação, diz pesquisa

Gestão de Kalil tem 73% de aprovação, diz pesquisa

Divulgação / PBH / Amira Hissa

Um levantamento do Instituto Paraná Pesquisas, divulgado nesta quinta-feira (5), aponta que Alexandre Kalil (PSD) segue na frente pela reeleição à Prefeitura de Belo Horizonte em 2020. Em um cenário estimulado, o atual chefe do Executivo aparece com 43,6% das intenções de voto, seguido pelo ex-prefeito Márcio Lacerda, que tem 12,1%.

A deputada federal Áurea Carolina (Psol) surge no terceiro lugar do ranking, com 4,9%; já o deputado João Vitor Xavier (Cidadania) aparece em quarto lugar com 4,7%. A lista segue com os deputados André Quintão (PT) e Eros Biondini (Pros), ambos com 4,6%; Professor Wendel Mesquita (Solidariedade), tem 3,2%; e Gabriel Azevedo (sem partido) tem 1,7%.

O nome de Luísa Barreto, secretária-adjunta da Seplag (Secretaria de Planejamento e Gestão de Minas Gerais) aparece com 1,2% da preferência dos entrevistados. O deputado Bruno Engler e o vereador Mateus Simões (Novo) seriam escolhidos por 0,9% dos eleitores.

De acordo com o levantamento, 12,4% dos entrevistados disseram que não votariam em nenhum dos candidatos apresentados e 5,3% não souberam ou não quiseram opiniar.

Murilo Hidalgo, diretor do Instituto Paraná Pesquisas, destaca que se as eleições acontecessem hoje, Kalil teria uma grande folga em relação aos candidatos.

— Desde as pesquisas que estamos realizando, ele vem se mantendo estável. Isto é muito bom para ele e preocupante para os adversários, que não conseguem crescer.

Gestão Alexandre Kalil

O Instituto Paraná Pesquisas indicou que o desempenho da primeira gestão de Alexandre Kalil aumentou em relação ao levantamento realizado em agosto deste ano, passando de 71,5% para 73% de aprovação. Já 24,1% dos entrevistados disseram desaprovar o trabalho do atual prefeito. Não souberam ou não quiseram opinar somam 2,8%.

Os pesquisadores perguntaram aos eleitores se consideram a administração de Kalil ótima, boa, regular, ruim ou péssima. Neste contexto, 13,8% disseram que a administração é ótima; 42,2%, boa; 26%, regular; 8,9%, ruim; e 7,1%, péssima. Não sabem ou não opinaram somam 2%.

Gestão Romeu Zema

Sobre a administração do governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), 53,7% dos eleitores de Belo Horizonte disseram que aprovam a administração; 42% desaprovam; 4,3% não sabem ou não opinaram.

Se a administração de Zema é ótima, boa, regular, ruim ou péssima, 5,5% dos eleitores responderam que é ótima; 29,6%, boa; 35,2%, regular; 15,1%, ruim; e 12,2%, péssima. Do total de entrevistados, 2,3% não sabem ou não opinaram.

Pesquisa

O levantamento ouviu 812 eleitores de Belo Horizonte de 28 de novembro até dois de dezembro deste ano. O grau de confiança da pesquisa é de 95% para uma margem de erro de 3,5% para os resultados gerais. A Paraná Pesquisas é registrada no Conselho Regional de Estatística das 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª região sob o número 3122/19.

Veja mais:

Últimas