Minas Gerais Ladrões atacam bancos, deixam feridos e fazem reféns em MG

Ladrões atacam bancos, deixam feridos e fazem reféns em MG

Grupo com cerca de 30 assaltantes explodiu três agências bancárias; duas pessoas foram baleadas durante tiroteio e uma está em estado grave

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Ataque aconteceu durante a madrugada desta quinta-feira (27)

Ataque aconteceu durante a madrugada desta quinta-feira (27)

L.Adolfo/Estadão Conteúdo – 26.06.2019

Um grupo fortemente armado arrombou três agências bancárias na cidade de Uberaba, a 477 km de Belo Horizonte, no Triângulo Mineiro, na madrugada desta quinta-feira (27). Durante a fuga, ladrões trocaram tiros com a polícia e fizeram ao menos duas pessoas reféns. Outras duas pessoas foram baleadas e uma está internada em estado grave.

De acordo com a assessoria da PM (Polícia Militar) na cidade, o ataque começou por volta das 04h da manhã. Para realizar o ataque, os criminosos atiraram contra câmeras de seguranças das ruas para não serem filmados.

Após a explosão das agências, militares cercaram o grupo na região central. Ladrões e polícia entraram em confronto. Ainda de acordo com a PM, o tiroteio durou cerca de 1h30. 

Sérgio Teixeira, assessor da corporação, conta que a igreja catedral da cidade, a Câmara Municipal, o Batalhão dos Bombeiros e prédios do Centro foram atingidos por balas perdidas.

— Parecia que eu estava na guerra. Eu nunca vi uma logística desta na cidade.

Nas redes sociais, várias pessoas relataram a sensação de medo. Alguns vídeos também mostram os moradores deitados no chão, ao som de vários tiros e explosões.

De acordo com o major Flávio Santiago, porta-voz da PM, cerca de 30 criminosos participaram da ação, mas todos fugiram. Eles usaram moradores como escudo humano para sair do local.

Grupo fez reféns em estrada da cidade

Grupo fez reféns em estrada da cidade

Divulgação / Polícia Militar

Oito membros do grupo foram encontrados em uma estrada na saída da cidade. Até às 10h desta manhã, eles faziam duas pessoas de reféns, segundo Santiago. A polícia negocia a liberação das vítimas.

— Um caminhão foi encontrado com oito homens que negociam com a polícia militar a rendição. Eles estão com uma criança e um motorista como reféns.

Vítimas

Durante a fuga, duas pessoas foram atingidas pelos disparos. Uma jovem de 21 anos foi baleada na cabeça. Ela está em estado grave e passa por cirurgia no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro.

Um homem de 45 anos foi baleado na perna. Ele é funcionário do pedágio da cidade e foi atingido enquanto os ladrões tentavam levar o carro dele.

Caos

A cidade amanhaceu sob tensão. O transporte público foi suspenso, assim como as aulas foram canceladas pela Secretaria Municipal de Educação.

De acordo com a Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais), 1,3 mil consumidores estão sem eletricidade porque há danos na rede. 

Criminosos também explodiram bombas na cidade de Uberlândia, que fica a 105 km de distância. De acordo com a PM, a ação foi uma estratégia para evitar o apoio da corporação na cidade vizinha.

Últimas