Minas Gerais Livro de 7,5 toneladas abre protesto em BH contra alta de impostos 

Livro de 7,5 toneladas abre protesto em BH contra alta de impostos 

Volume de 41 páginas sobre leis tributárias será usado durante manifestação de empresários

Livro de 7,5 toneladas abre protesto em BH contra alta de impostos 

A obra tem 41 mil páginas

A obra tem 41 mil páginas

Record Minas

Cerca de 2.000 empresários farão uma passeata, em Belo Horizonte, às 18h desta quinta-feira (10) contra a alta tributação no Brasil. O ato será guiado por uma carreta que levará o gigantesco livro Pátria Amada, de 7,5 toneladas.  

Os empresários sairão da sede do Sindilojas, na avenida Brasil em direção à Praça Tiradentes. No local serão colocadas forcas com os nomes de cada tributo como uma manifestação contra os altos impostos brasileiros, segundo o presidente do Sindilojas-BH, Nadim Donato Filho.

— Em 2013, os impostos corresponderam a 36,5% do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro e essa é uma situação que precisa ser combatida.

A passeata faz parte  do 30º Congresso Nacional de Sindicatos Patronais do Comércio de Bens, Serviços e Turismo.

Leia mais notícias no R7 MG

O livro

A obra de 41 mil páginas, cada uma com 2,26 m de altura e 1,40 de largura reúne 40 mil leis tributárias brasileiras. Ainda assim, 580 dos 5.565 municípios do Brasil foram deixados de fora e depois do livro ficar pronto, em 2008, 60 mil normas foram editadas. Em maio deste ano fiscais do Guinness World Records farão uma vistoria para verificar se este é o maior livro do mundo.

O autor é o advogado Vinícius Leôncio, de Iguatama, na refião noroeste de Minas. Ele começou a escrever o livro em 1991. Leôncio explica o título da obra.  

— O nome é Pátria Amada poque tem coisas que só o amor tolera. Nós amamos muito essa pátria para tolerar 7 toneladas de burocracia.  

Se emendadas umas às outras as páginas do livros formam cerca de 100km de papel. Material que custou R$ 1 milhão, sendo que 30% deste valor é de impostos.

    Access log