Minas Gerais Lojistas pedem que Prefeitura de BH recue e reabra comércio

Lojistas pedem que Prefeitura de BH recue e reabra comércio

Representantes dos setores de comércio e serviços se reuniram nesta terça-feira (12) com secretários municipais 

  • Minas Gerais | Lucas Pavanelli, do R7

Manifestação na porta da prefeitura pedia retomada do comércio em Belo Horizonte

Manifestação na porta da prefeitura pedia retomada do comércio em Belo Horizonte

Reprodução / Record TV Minas

Representantes de entidades do comércio e serviços de Belo Horizonte se reuniram com secretários municipais para discutir o fechamento do comércio não essencial. A decisão passou a valer nesta segunda-feira (11). 

De acordo com a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte) a prefeitura ficou de reavaliar a decisão na próxima semana, após pedido das entidades para que o comércio seja aberto na capital mineira.

De acordo com a entidade, "não há nenhum dado que correlacione o aumento do número de casos graves com a reabertura do comércio ocorrida no segundo semestre do último ano". 

Para o presidente da entidade, Marcelo Souza e Silva, as entidades aceitam discutir algum tipo de restrição para evitar aglomerações nas lojas, "mas o setor precisa estar de portas abertas para o público."

- O que observamos é que há uma conjuntura de fatores que direcionam à elevação do número de casos, graves ou não, mas que não apresentam conexão direta com o funcionamento do comércio na capital

Além da CDL, outras 23 entidades estavam presentes na reunião, entre elas a Abrasel (Associação  Brasileira de Bares e Restaurantes), AMIS (Associação Mineira de Supermercados) e Associação de Lojistas do Hipercentro. Pela prefeitura participaram os secretários André Reis (Planejamento, Orçamento e Gestão), Cláudio Beato (Desenvolvimento Econômico) e Adalclever Lopes (Governo).

Últimas