Minas Gerais Mãe chama a PM para ela mesma após agredir filho por furto em BH

Mãe chama a PM para ela mesma após agredir filho por furto em BH

Mulher afirma que a criança já havia furtado dinheiro de parentes dentro de casa; suspeita foi ouvida pela Polícia Civil e liberada

Mulher foi ouvida pela polícia e liberada

Mulher foi ouvida pela polícia e liberada

Reprodução / Record TV Minas

Uma mulher de 30 anos acionou a Polícia Militar na noite desta quarta-feira (22) após ter agredido o filho, de 10 anos, com vassouradas no bairro Mantiqueira, na região de Venda Nova, em Belo Horizonte. A violência teria sido cometida após a mulher descobrir que o filho teria furtado biscoitos do vizinho.

Aos militares, a suspeita, que é cuidadora de idosos e está grávida, afirma que sai cedo para trabalhar diariamente. Pela manhã, o filho fica na escola e, de tarde, a criança fica em casa sozinha, sendo supervisionado por uma prima que mora no andar de cima da casa.

A mãe afirma que, há alguns meses, o filho vinha furtando dinheiro de parentes dentro de casa. Como os casos estariam acontecendo entre familiares, eles teriam decidido resolver entre eles, sem comunicar a Polícia Militar.

Porém, ao chegar em casa na noite de quarta-feira (22), a mulher teria sido abordada por um vizinho, que acusou o filho dela de ter entrado em sua casa e furtado um pacote de biscoitos. A mulher teria dito ao morador que já havia “corrigido” a criança algumas vezes. Aos militares, a suspeita disse que teria “perdido o controle” e agredido o filho várias vezes com um cabo de vassoura.

Logo depois, a mulher ligou para a Polícia Militar relatando o caso. A criança fugiu de casa gritando por socorro e foi amparada por vizinhos. A vítima foi levada para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Venda Nova com cortes nas pernas e nas costas. A criança deve ficar em observação até esta quinta (23).

Já a mulher foi levada para uma delegacia da Polícia Civil, onde foi ouvida e liberada. O órgão informou que foi aberto um procedimento para a apuração dos fatos e que a criança vai passar por uma “escuta especializada” nos próximos dias.

*​Estagiário do R7 sob a supervisão de Lucas Pavanelli.

Últimas