Minas Gerais Mandato de Kalil é aprovado por 73% dos belo-horizontinos

Mandato de Kalil é aprovado por 73% dos belo-horizontinos

Levantamento do Instituto Paraná Pesquisas mostra que 23,5% dos eleitores desaprovam gestão do ex-presidente do Atlético

Prefeito de Belo Horizonte lidera intenções de voto para eleições de 2020

Prefeito de Belo Horizonte lidera intenções de voto para eleições de 2020

Divulgação/PBH/Amira Hissa

Levantamento do Instituto Paraná Pesquisas revela que a administração do prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PHS) tem a aprovação de 73,2% dos belo-horizontinos. Em contrapartida, sua gestão é desaprovada por 23,5% dos eleitores consultados. 

Para 13,9% da população, conforme a pesquisa, o mandato de Kalil é "ótimo". O prefeito recebeu avaliação "boa" de 40,6% dos entrevistados. Outros 31% consideram a administração do ex-presidente do Atlético como "regular". 

Dentre os que desaprovam a gestão, 6% a avaliam como "ruim" e outros 6,8% classificam a gestão de Kalil como "péssima". Não souberam ou não opinaram 1,7% dos entrevistados. 

A pesquisa foi realizada entre os dias 26 e 29 de março de 2019 com 894 eleitores de Belo Horizonte. O nível de confiança do levantamento é de 95%, com margem de erro de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos. A Paraná Pesquisas encontra-se registrada no Conselho Regional de Estatística da 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª Região sob o nº 3122/19.

Eleições

Faltando mais de um ano e meio para as eleições municipais de 2020, o Instituto Paraná Pesquisas também fez simulações para o pleito. 

Na pesquisa espontânea, quando não são mostrados nomes de candidatos, o prefeito Alexandre Kalil lidera, com 15,3%. Em segundo lugar aparece o nome do ex-prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda, com 0,9% das preferências. O senador Antonio Anastasia (PSDB), tem 0,8%. 

Os eleitores que não sabem em quem votar somam 70,9%. Os que declararam que não irão votar em ninguém, 9,2%. Outros candidatos somam 2,9%.

Já na pesquisa estimulada, em que os nomes de candidatos são apresentados ao eleitor, o Instituto Paraná Pesquisas realizou dois cenários.

No primeiro cenário, quando o nome do ex-prefeito Marcio Lacerda é apresentado, Alexandre Kalil aparece na frente com 45,3% das intenções de voto. Lacerda fica em segundo lugar, com 12,6%. O deputado estadual João Vitor Xavier (PSDB) tem 5,5%. O ex-deputado federal Leonardo Quintão (MDB) tem 4,9%.

O deputado federal Eros Biondini (PROS) é apontado por 3,6%, mesma pontuação do deputado estadual Sargento Rodrigues (PTB). O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (PSL), tem 2,7% e o deputado federal pelo PT Reginaldo Lopes, tem 2,2%. Eleitores que disseram não votar em nenhum dos candidatos apresentados somam 14,9% e os que não sabem, 4,7%.

No segundo cenário, sem o nome do ex-prefeito Marcio Lacerda, Alexandre Kalil chega a 50,8% das intenções de voto. Ele é seguido por Leonardo Quintão, que tem 8,1%. Na sequência, aparecem os nomes de João Vitor Xavier (6,9%), Sargento Rodrigues (4,8%), Marcelo Álvaro Antônio (3,7%) e, finalmente, Reginaldo Lopes (2,7%). 

Confira os números da disputa pela Prefeitura de BH em 2020:

Cenário 1

Alexandre Kalil (PHS): 45,3%
Marcio Lacerda (sem partido): 12,6%
João Vitor Xavier (PSDB): 5,5%
Leonardo Quintão (MDB): 4,9%
Eros Biondini (PROS): 3,6%
Sargento Rodrigues (PTB): 3,6%
Marcelo Álvaro Antônio (PSL): 2,7%
Reginaldo Lopes (PT): 2,2%
Nenhum: 14,9%
Não sabe: 4,7%

Cenário 2

Alexandre Kalil (PHS): 50,8%
Leonardo Quintão (MDB): 8,1%
João Vitor Xavier (PSDB): 6,9%
Sargento Rodrigues (PTB): 4,8%
Marcelo Álvaro Antônio (PSL): 3,7%
Reginaldo Lopes (PT): 2,7%
Nenhum: 17,1%
Não sabe: 5,9%