Minas Gerais Mau cheiro em apartamento de BH causa mistério e intriga redes sociais

Mau cheiro em apartamento de BH causa mistério e intriga redes sociais

Final da história decepcionou seguidores de escritora que compartilhava nas redes o drama vivido pelos moradores

  • Minas Gerais | Maria Luiza Reis, Do R7

Caso aconteceu em prédio da capital mineira

Caso aconteceu em prédio da capital mineira

Divulgação / Breno Pataro / PBH

O mau-cheiro de um apartamento em Belo Horizonte mobilizou moradores e serviu de entretenimento para internautas nas redes sociais. Tudo começou quando a escritora e artesã Mary Muller decidiu compartilhar, em uma rede social, o drama vivido por ela e outros moradores do prédio onde ela vive na capital mineira. 

Na última quinta-feira (18), Mary contou que ouviu um vizinho reclamar com a administração do edifício que o 12º andar do prédio estava com um cheiro muito forte há dias e que estava preocupado com a possibilidade de haver alguém dentro de um dos apartamentos passando mal. Mary, que se descreve como uma pessoa curiosa, não resistiu e foi até o andar ver do que se tratava. Segundo ela, o cheiro era tão forte que nem precisou sair do elevador para sentir. 

"Nem precisei de sair do elevador, o cheiro tá muito forte! Tem alguma coisa morta no 12º andar", disse a escritora. 

A artesã procurou então a administração do prédio para saber o que estava acontecendo. A responsável disse que já tinha batido em todos os apartamentos e que apenas um não havia respondido. Mary sugeriu que a funcionária procurasse saber se havia alguém morando no apartamento. A escritora e a funcionária descobriram que o apartamento estava sim sendo ocupado e que os moradores tinham um animal de estimação. Mary procurou a síndica para saber o que poderia ser feito. 

Nesse ponto, a escritora conta que todo o edifício já fedia e a síndica tentava contato com os moradores para saber o que poderia ter acontecido. Sem sucesso em conseguir contato com eles, a síndica ligou para a imobiliária e para a polícia para arrombarem o apartamento e verem o que tanto fedia no local. 

Tudo isso era compartilhado por Mary em tempo real com seus seguidores, que estavam ansiosos para saber o desfecho da história. “Alguém curte aqui pelo amor de Deus pra eu não perder nenhuma atualização”, disse um seguidor. “Eu fiz até café para acompanhar essa fofoca”, disse outra seguidora. 

Finalmente Mary voltou para contar o que aconteceu aos seguidores. Mas o final da história não foi tão criativo quanto eles imaginavam: os moradores do apartamento foram viajar e esqueceram de pagar conta de luz; com isso, a Companhia Energética de Minas Gerais  (Cemig) cortou a luz e tudo que estava na geladeira do apartamento apodreceu. 

“Agora vocês sabem que não é fic (ficção), porque se fosse fic, o final seria muito mais interessante" disse Mary aos seguidores que duvidavam que a história era uma invenção da mente criativa da escritora.

Últimas