Minas Gerais Menina de 1 ano morre após ser atacada por chow-chow em Minas

Menina de 1 ano morre após ser atacada por chow-chow em Minas

Animal teria ficado agressivo após a aproximação de outro cão, quando mordeu a menina na cabeça e pescoço; pai também foi mordido

  • Minas Gerais | Vívian Dias, da TV Leste

Menina morreu após ser mordida várias vezes por cão

Menina morreu após ser mordida várias vezes por cão

Reprodução / Record TV Minas

Uma menina de 1 ano e 5 meses morreu na segunda-feira (12), após ser atacada por um cão da raça chow chow. O caso aconteceu em Frei Inocêncio, a 355 km de Belo Horizonte.

Maria Cecília de Oliveira Souza tinha costume de brincar com o cachorro, que estava com a família há cerca de quatro meses e ficava amarrado no fundo da casa. Testemunhas afirmaram para a Polícia Militar que um outro animal entrou no quintal, deixando o chow chow agressivo. Neste momento, a criança passou perto do cachorro e foi mordida várias vezes no pescoço e na cabeça.

Veja: Rottweiler mata criança de 4 anos em Minas Gerais

O pai tentou salvar a filha mas também foi mordido pelo animal. Os dois foram encaminhados para o Hospital Municipal de Governador Valadares, a 320 km da capital. O pai foi atendido e liberado, mas a filha não resistiu aos ferimentos.

Adestramento

Casos de cães que atacam crianças são mais comuns quando se tratam de animais de grande porte, mas isso não quer dizer que os animais menores não sejam capazes de fazer vítimas. De acordo com o veterinário José Batista, cães de médio porte também precisam ser adestrados, para que os donos possam controlá-los de forma mais eficiente.

— Esses cães de médio e grande porte precisam passar pelo adestramento, até mesmo para aprenderem os comandos básicos.

Últimas