Minas Gerais Menino de 4 anos e bisavô morrem de febre maculosa na Grande BH

Menino de 4 anos e bisavô morrem de febre maculosa na Grande BH

Vítimas moravam em região de Contagem (MG) que já registrou casos nos últimos anos; prefeitura intensificou o monitoramento

Região do bairro Nacional já teve surto em 2019

Região do bairro Nacional já teve surto em 2019

Reprodução / Pixabay

Um menino de 4 anos e o bisavô, de 73, morreram vítimas de febre maculosa em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. A informação foi confirmada pela prefeitura, nesta quinta-feira (19).

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a família morava na região do bairro Nacional, que já registrou casos da doença nos últimos anos. Em 2019 houve um surto na área.

O município não detalhou o perfil das vítimas e nem o possível local de infecção. Em nota, a prefeitura destacou que ampliou o monitoramento da região desde 2017 e intensificou nos últimos meses as medidas de combate ao carrapato responsável pela transmissão da bactéria Rickettsia, causadora da doença. O bairro Nacional fica em área limítrofe com Belo Horizonte, com muitos espaços de mata.

Ainda segundo a Secretaria Municipal de Saúde, equipes da prefeitura começaram a aplicar produtos contra o carrapato-estrela em casas da região, além de divulgar panfletos para alertar a população sobre os riscos da febre maculosa.

A equipe de saúde afirma que também realiza "mapeamento e acompanhamento das áreas de risco, manutenção de grupo de WhatsApp e contato permanente com os carroceiros, com banhos carrapaticidas nos cavalos e exames rotineiros nos animais".

Os principais sintomas da febre maculosa são febre alta, dores de cabeça intensas e hemorragia. Eles costumam aparecer entre dois e 14 dias após a picada do carrapato.

Veja como se prenivir da doença:

Últimas