Minas Gerais Mesmo após articulação de Kalil, motoristas de ônibus farão greve

Mesmo após articulação de Kalil, motoristas de ônibus farão greve

Paralisação está prevista para acontecer a partir desta segunda-feira (22); audiência de conciliação também ocorre na data

  • Minas Gerais | Do R7

Greve é por tempo indeterminado

Greve é por tempo indeterminado

Breno Pataro/PBH

Mesmo com reunião agendada entre a Prefeitura de Belo Horizonte, representantes das empresas de ônibus e o TRT (Tribunal Regional do Trabalho) para estudar as reivindicações dos trabalhadores do transporte coletivo, o sindicato da categoria informou que está mantida a greve anunciada para segunda-feira (22).

Os funcionários dos ônibus questionam os salários congelados há três anos e a falta de proposta de reajuste por parte dos empresários. Segundo o STTRBH (Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de BH), a paralisação acontecerá nas garagens de todas as empresas e será por tempo indeterminado.

Na manhã desta sexta-feira (19), o prefeito Alexandre Kalil se reuniu com o SetraBH (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte) para debater a paralisação. “Estamos intermediando para que resolva o problema entre o Setra e os trabalhadores. Temos que entender que o momento é difícil para todo mundo”, afirmou o chefe do Executivo sobre as negociações entre as partes.

Raul Lycurgo, diretor do sindicato que representa as empresas de ônibus, informou que foi surpreendido pelo anúncio da greve, já que uma reunião estava marcada para a próxima quinta-feira (25).

“A última coisa que desejamos é uma greve. Desde sempre, negociamos com o sindicato e continuamos um canal aberto. Nós solicitamos que o TRT faça a mediação o mais rápido possível, para que possamos achar uma solução e que o serviço não seja afetado”, justificou Lycurgo. A audiência na sede Tribunal Regional Tribunal está marcada para esta segunda-feira (22). O sindicato dos trabalhadores disse que não foi notificado sobre a reunião. 

Manifestação

Na tarde desta sexta-feira (19), cerca de 100 motoristas de ônibus bloquearam a pista do Move na Avenida Antônio Carlos, na região da Pampulha da capital mineira, no sentido bairro/Centro.

Após negociação com agentes da BHTrans, Guarda Municipal e Polícia Militar, o grupo liberou a circulação de coletivos.

O sindicato da categoria informou que movimento é independente.

Últimas