Metrô de BH tem redução de 14% no número de passageiros

Usuários do transporte público da capital mineira reclamam que os ônibus da capital estão ficando mais cheios; tarifa do trem passará a custar R$ 4,25

Passagem do metrô de BH vai passar a custa R$ 4,25

Passagem do metrô de BH vai passar a custa R$ 4,25

Divulgação/CBTU

A CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos) registrou uma redução de 14% no número de passageiros do metrô de Belo Horizonte. Os dados são do mês de agosto deste ano em comparação com o mesmo período de 2018.

Parte da mudança se deve a passageiros que pararam de usar os trens e voltaram a andar de ônibus. Com isto, passageiros reclamam que os coletivos têm ficado cada vez mais cheios.

Para Roberta Torres, especialista em segurança no trânsito, mais investimentos nos trens poderiam melhorar a mobilidade em Belo Horizonte.

— A cidade precisa pensar e cuidar desse meio de transporte com segurança, qualidade e preço acessível.

Após uma decisão judicial, a tarifa do metrô da capital mineira passou a ter uma série de aumentos programados. A passagem, que custava R$ 1,80 até o mês de maio deste ano, agora custa R$ 3,70. Até março de 2020 o valor vai para R$ 4,25.

A tarifa que vai ser fixada no próximo ano terá quase o mesmo valor da passagem de ônibus na capital mineira, que é de R$ 4,50 – a mais cara do país. De acordo com a CBTU, o aumento é uma ajuste tarifário para o serviço que ficou sem alteração por 13 anos.