Minas Gerais MG: Ladrão que morreu ao assaltar fiéis teve morte natural, diz laudo

MG: Ladrão que morreu ao assaltar fiéis teve morte natural, diz laudo

Suspeito teria usado drogas antes do crime, em Ribeirão das Neves (MG); comparsa foi internado em uma clínica de reabilitação no PR

  • Minas Gerais | Regiane Moreira, da Record TV Minas

A Polícia Civil concluiu, nesta quarta-feira (16), o inquérito sobre o ladrão que morreu enquanto assaltava um grupo religioso em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo o laudo, o criminoso morreu por causas naturais.

Luiz Felipe Sales, de 23 anos, teria morrido logo após ser repreendido pelo pastor Thiago Souza, que liderava os fiéis que oravam em um monte no bairro Paraíso das Piabas. De acordo com o delegado Alex Dalton, o falecimento pode ter sido causado pelo uso de drogas e pelo nervosismo da situação.

— Foram encontradas substâncias voláteis e cocaína no corpo da vítima. Elas podem ter reforçado o estresse que é normal durante uma ação criminosa. Isso pode ter corroborado para um infarto ou um problema cardíaco do tipo.

O comparsa de Sales, Claudivan Custódio, de 25 anos, ainda teria tentado continuar com o assalto após a morte do colega, mas desistiu da ação. Ele teria fugido do local após receber cerca de R$ 18 reais do pastor, dinheiro que seria usado na passagem de ônibus.

Criminoso teve morte natural, segundo a polícia

Criminoso teve morte natural, segundo a polícia

Reprodução / Record TV Minas

Custódio se entregou três dias depois, após procurar o líder religioso, que o acompanhou até a delegacia. De acordo com Dalton, o suspeito teria decidido largar a vida do crime ao presenciar a morte do companheiro e foi internado em uma clínica de recuperação no interior do Paraná.

— Ele foi bem tranquilo, veemente, está sendo apoiado por toda a família. Disse que quer deixar a vida do crime e ficar livre das drogas que usa.

Mesmo assim, Custódio será indiciado pelo crime de roubo. Nem ele nem o comparsa tinham histórico policial.

Últimas