Minas Gerais Minas Gerais registra 542 casos suspeitos de dengue por dia em 2019

Minas Gerais registra 542 casos suspeitos de dengue por dia em 2019

Em dois meses, o número de notificações superou o registrado durante todo o ano de 2018, no Estado; Secretaria de Saúde investiga 11 mortes pela doença

Doença é transmitida por mosquito Aedes aegypti

Doença é transmitida por mosquito Aedes aegypti

Reprodução / Pixabay

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais informou que foi registrada uma média de 542 casos prováveis de dengue em 2019. Apenas nos dois primeiros meses do ano, as notificações da doença aumentaram sete vezes em relação ao mesmo período de 2018.

Segundo o levantamento, do dia 1º de janeiro ao último dia 25, 30.352 pessoas estavam sob suspeita da doença. No ano passado, o Ministério da Saúde recebeu dados de 30.022 pacientes do Estado.

O Governo de Minas ainda não confirmou mortes causadas por dengue  este ano, contudo a possibilidade coloca o Estado em alerta. A Secretaria de Saúde investiga 11 óbitos suspeitos registrados apenas em 2019.

Em 2018, nove mortes pela doença foram confirmadas nas cidades de Araújos, Arcos, Conceição do Pará, Contagem, Ituiutaba, Lagoa da Prata, Moema e Uberaba.

No início deste mês, a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) alertou sobre a possibilidade de surtos de dengue e outras doenças infecciosas, como febre amarela e esquistossomose, na região de Brumadinho, na Grande BH, devido ao rompimento da barragem da Vale.

Segundo a Secretaria de Saúde, fatores como índice de chuvas, temperatura, população suscetível ao sorotipo do vírus circulante e desastres naturais podem influenciar na maior ou menor concentração de casos.

Procurado, o Governo de Minas informou que realizou reuniões com representantes dos órgãos de saúde para alinhar as ações de combate à doença. De acordo com a nota, a pasta da saúde adquiriu insumos para tratamentos dos pacientes com diagnosticados com as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.