Minas Gerais tem mais de 700 mil trabalhando em "home office"

Levantamento do Dieese mostra que 8% das pessoas ocupadas no Estado estão trabalhando de casa; percentual é menor que a média nacional

Em Minas, 8% dos trabalhadores estão empregados

Em Minas, 8% dos trabalhadores estão empregados

Pixabay

De cada 100 profissionais empregados em Minas, oito estão trabalhando de casa. Isso representa mais de 707 mil pessoas vivendo a rotina do "home office".

Os dados constam de um levantamento do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), realizado em julho deste ano e divulgado nesta terça-feira (15). 

Conforme a pesquisa, Minas Gerais têm 8,8 milhões de ocupados - dos quais 707,5 mil fizeram de casa seu escritório profissional, o que representa 8% do total. Esse percentual é menor que o registrado em outros Estados. Ainda de acordo com o Dieese, na média nacional, 10% dos trabalhadores estão nesse regime. 

O levantamento também traça o perfil das pessoas que estão trabalhando em "home office" em Minas. Em geral, são mulheres, brancas, com ensino superior e casa própria. 

A faixa de renda dos profissionais que estão trabalhando em regime remoto é, principalmente, de mais de três salários mínimos (29%). Apenas 3% dos trabalhadores em regime não-presencial ganham menos de um salário mínimo. 

Confira os dados: 
 

Divulgação/Dieese