Minas Gerais Mineira morre após queda de avião de pequeno porte em Goiânia (GO)

Mineira morre após queda de avião de pequeno porte em Goiânia (GO)

Vítima era irmã do piloto, que ainda está hospitalizado; causas do acidente serão investigadas pelo órgão responsável

  • Minas Gerais | Da Record TV Goiás

Aeronave estava perto de aeroporto quando teve pane no sistema

Aeronave estava perto de aeroporto quando teve pane no sistema

Reprodução/Record Goiânia

Uma mineira, vítima de um acidente de avião em Goiânia, morreu na manhã desta quarta-feira (1º). A informação foi confirmada pelo Hospital de Urgências da Região Noroeste de Goiânia.  Laura Graziella Trigueiro Botelho, de 29 anos, chegou a ser socorrida, mas não sobreviveu aos ferimentos. 

O acidente aconteceu por volta das 16h30 de terça-feira (28). O avião de pequeno porte caiu em uma área de mata que fica em uma chácara perto do Aeroporto Internacional de Goiânia. Os passageiros estavam seguindo para Brasília quando tentaram pousar no aeroporto Santa Genoveva. O avião teria apresentado uma pane, que obrigou o piloto a abortar a manobra, e o avião caiu logo em seguida.

Os dois foram resgatados pelos bombeiros e levados para o Hospital de Urgência Governador Otávio Lage da Sequeira. O piloto sofreu ferimentos e uma fratura no braço. A irmã dele, Laura, teve fraturas expostas na perna direita e precisou passar por uma cirurgia de emergência.

O avião caiu em um descampado e assustou os moradores da região. Equipes da Polícia Militar e bombeiros isolaram o local para o resgate das vítimas. A mulher ficou presa à fuselagem do avião, com um quadro de hemorragia. O trajeto de 23 km da área do acidente até o hospital, onde uma equipe de médicos já esperava pelas vítimas, foi realizado em menos de 15 minutos.

Segundo os bombeiros, as equipes tiveram dificuldade para fazer o resgate por causa da lama no local. O avião particular ficou destruído no meio da mata. Segundo especialista, a aeronave é um bimotor de fabricação austríaca de 2017. Considerado novo, o avião é um dos mais luxuosos e seguros do mundo.

Dados da Anac mostraram que o avião pertence a um banco, mas estava arrendado por uma empresa particular. A situação da aeronave também estava regular e com todas as manutenções em dia. Ainda segundo o especialista, o piloto agiu certo ao escolher a área de mata para tentar fazer o pouso de emergência.

Os donos da chácara não estavam no local quando o acidente aconteceu. Um funcionário chegou primeiro na aeronave e acionou o socorro. O local onde o avião caiu foi isolado, e uma perícia será feita pela equipe do Cenipa, que é o órgão responsável por investigações de acidentes aeronáuticos, para entender por que aeronave caiu.

Últimas