Minas Gerais Mineradora Samarco confirma rompimento de duas barragens em Mariana (MG)

Mineradora Samarco confirma rompimento de duas barragens em Mariana (MG)

Há risco de rompimento de uma terceira barragem e novos deslizamentos de terra 

Mineradora Samarco confirma rompimento de duas barragens em Mariana (MG)

O diretor-presidente da Samarco Mineração, Ricardo Vescovi, informou na noite de quinta-feira que duas barragens da mineradora se romperam nos municípios de Ouro Preto e Mariana, na região central de Minas Gerais. Foram as barragens de Santarém e de Fundão.

Com isso, a lama tóxica armazenada no local desceu pelas montanhas e tomou conta do distrito de Bento Rodrigues, onde moram aproximadamente 600 pessoas. Pelo menos uma pessoa morreu, mas segundo o  Metabase (Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Extração de Ferro e Metais Básicos de Mariana), o número de mortos pode ser muito maior.

Leia mais notícias de Minas Gerais no Portal R7

Experimente grátis: todos os programas da Record na íntegra no R7 Play

As informações de equipes que trabalham no local são de que uma das barragens se rompeu primeiro e, em seguida, a segunda também não teria suportado. Devido ao risco do rompimento de uma terceira barragem, famílias dos distritos de Camargos, Campinas e Paracatu também estão sendo retiradas de suas casas.

Equipes formadas por militares do Corpo de Bombeiros, PM (Polícia Militar), Exército, agentes da Defesa Civil e funcionários da Samarco Minerações continuam na manhã desta sexta-feira (6) as buscas por pessoas desaparecidas.

Nesta sexta-feira, o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, e o governador de Minas, Fernando Pimentel, vão sobrevoar a região atingida e também devem acompanhar os trabalhos de busca. Já o ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, colocou as forças federais à disposição do estado de Minas Gerais.